Google diz que não vai cobrar por ligações e conexão à internet em roaming

Por Redação | 06.04.2015 às 09:29

O Google anunciou no início do mês passado, no Mobile World Congress 2015, que pretende oferecer serviços de telefonia móvel a usuários dos Estados Unidos. Segundo o vice-presidente sênior da empresa, Sundar Pichai, a novidade vai funcionar por meio de uma rede já existente que vai ganhar um novo nome.

Pichai também comentou que a companhia não pretende ser concorrente direta das grandes operadoras, mas, de acordo com os resultados do início das negociações com a empresa chinesa Hutchinson Whampoa, o serviço vai trabalhar com uma funcionalidade que pode sim afetar as concorrentes: chamadas, envio de SMS e conexão à internet em roaming, independente do local, vão custar o mesmo valor de uma ligação normal.

A Hutchinson já tem participações em operadoras móveis locais em Hong Kong, Indonésia, Vietnã, Sri Lanka, Itália, Suécia, Dinamarca, Áustria, Reino Unido e Irlanda.

Nos Estados Unidos, a operadora T-Mobile já começou a investir no corte de custos em roaming e, na França, o grupo Iliad já oferece o serviço, porém limitado: roaming livre durante 35 dias para 15 países em toda a Europa e em breve também no Canadá.

A previsão é que a novidade do Google chegue ao mercado norte-americano no fim deste ano.

Via: CNET, Engadget