Google deve anunciar Android TV, serviço de streaming de filmes e jogos

Por Redação | 02 de Junho de 2014 às 09h57
photo_camera Divulgação

Junho é o mês de dois grandes eventos de tecnologia. O primeiro é o Worldwide Developers Conference, a WWDC, organizado pela Apple e que tem início nesta segunda-feira (02). Já o segundo é o Google I/O, conferência da gigante das buscas para desenvolvedores que acontece nos dias 25 e 26 de junho. E para bater de frente às novidades da Maçã – como o iOS 8 e um possível sistema de automação residencial –, o Google trará detalhes de uma versão do Android para TVs inteligentes, chamada Android TV.

De acordo com o site GigaOm, o Android TV lembra o Google TV, aparelho lançado em 2010 e que foi abandonado pela companhia devido ao fracasso de vendas. A principal diferença do novo produto é que, em vez de integrar a programação das TVs abertas e por assinatura com outros apps, o Android TV seria totalmente focado em games e serviços de vídeo online, como Netflix. Por esse motivo, o Google optou por não fazer do Android TV um dispositivo, mas sim uma plataforma já incluída em televisores, set-top boxes e outros acessórios produzidos por empresas parceiras.

Todos esses serviços de streaming de vídeo online estariam disponíveis logo na data de lançamento da nova plataforma. Além disso, outro grande diferencial do sistema seria a interface, chamada internamente por funcionários envolvidos no software de "Pano", cujo objetivo é tornar a navegação pelos menus e aplicativos das Smart TVs muito mais simples. Equipados com o Android TV, os televisores exibiriam os apps como pequenas "peças" individuais de conteúdo na tela principal. Essas peças funcionam como cartões sequenciais que permitem selecionar filmes, programas de TV e outros tipos de mídia.

Os cartões podem ser manipulados horizontalmente e cada conteúdo do cartão escolhido terá ligações diretas com os aplicativos de outras plataformas online. Ainda de acordo com o GigaOM, esses cartões são exibidos assim que o usuário liga o sistema do Android TV e, ao selecionar um deles, o dono do aparelho poderá iniciar a reprodução daquele conteúdo imediatamente. A função não apenas facilita a utilização desses aplicativos, como também diferencia o Android TV da maioria dos sistemas de outras televisões, que exigem que o usuário primeiro abra o app do serviço e só depois escolha o programa desejado.

Ao que tudo indica, esse será o conceito final do Android TV, que passou por intensas modificações desde abril, quando surgiram os primeiros rumores da plataforma. Na época, a ideia do Google era acabar completamente com as interfaces de aplicativos presente em quase todos os aparelhos de TV atuais. Contudo, a empresa teria repensado esse conceito e criado o modelo Pano de visualização, que não mataria o modo de visualizar os conteúdos, mas facilitaria a navegação entre eles.

Android TV

Esta seria a interface Pano da Android TV. (Imagem: The Verge)

Fora os serviços de streaming de vídeos, o Android TV deve ter foco pesado em jogos eletrônicos. A proposta do Google é permitir que usuários casuais que se interessam ou gostam de games possam experimentá-los pela plataforma sem ter que gastar na compra de um dispositivo próprio para a atividade, como os consoles Xbox One e PlayStation 4, que custam US$ 399 nos Estados Unidos. Nesse caso, o funcionamento seria semelhante ao Ouya, só que totalmente integrado à TV.

Vale lembrar que o Google já possui o Chromecast, um produto com a função similar do Android TV. O acessório em formato de pen drive custa US$ 35 e permite acessar vídeos online na TV enviados diretamente de um tablet ou smartphone. Aparentemente o Android TV não seria um substituto do Chromecast, mas sim uma alternativa mais poderosa para televisores inteligentes, já que o Chromecast não tem poder de processamento suficiente para rodar jogos e aplicativos mais pesados.

Mais informações sobre a possível Android TV devem ser reveladas no final deste mês, na Google I/O. Fique ligado aqui no Canaltech para saber em primeira mão todas as novidades.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!