Google critica legislação antigay russa com doodle Olímpico

Por Redação | 07 de Fevereiro de 2014 às 09h35

O Google atualizou sua homepage na noite desta quinta-feira (06) com um novo Doodle em referência ao início dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi com uma clara crítica à legislação antigay atualmente vigente na Rússia, país sede do evento.

O Doodle traz imagens de atletas competindo em alguns dos esportes que estarão nos Jogos Olímpicos: esqui, hóquei, curling, bobsled, patinação no gelo e snowboard. Ao fundo das figuras, estão as seis cores do arco-íris que compõem também a bandeira do movimento LGBT. Dentro das páginas de busca, o logo do Google também traz as cores da bandeira.

Logo abaixo, o Google inclui ainda um trecho da Carta Olímpica. "A prática do esporte é um direito humano. Cada indivíduo deve ter a possibilidade de praticar esporte, sem discriminação de qualquer tipo e no espírito Olímpico, que exige o entendimento mútuo com um espírito de amizade, solidariedade e fair play", destaca o site. A mensagem também foi colocada na versão russa do Google.

Doodle Olímpiadas Sochi

O doodle-protesto do Google aparece em um momento de forte pressão internacional sobre o Comitê Olímpico Internacional (IOC) para que a organização e patrocinadores dos jogos se pronunciem em relação às leis que banem a "propaganda gay" na Rússia. Nesta semana, protestos em diversos países, inclusive no Brasil, pediram pelo fim desta legislação do país.

As novas leis ameaçam com multas e prisão aqueles que fizerem discursos ou distribuírem materiais considerados ofensivos pelo governo. De acordo com o ministro dos Esportes, Vitaly Mutko, qualquer atleta que fizer “propaganda a favor de relações homossexuais” durante os jogos vai responder às leis do país.

Os jogos olímpicos de inverno começaram já nesta quinta-feira, mas a abertura oficial dos jogos de Sochi só acontece hoje, sexta-feira (7).

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!