Google cria ferramenta de testamento para seus usuários

Por Redação | 12 de Abril de 2013 às 12h18

Nós costumamos sempre pensar o que será da nossa casa, carro, roupas e objetos preferidos quando partimos e por isso, muitas pessoas deixam determinado em testamento o que será feito com tudo que deixarem. Mas, e seus dados virtuais? O Google integrou uma nova ferramenta para os seus usuários determinarem o que deverá ser feito com suas contas e arquivos armazenados nos serviços da empresa após sua morte.

"Hoje, nós lançamos uma função que torna mais fácil comunicar ao Google o que você quer fazer com seus ativos digitais se você morrer ou não puder mais usar sua conta", afirmou a empresa em seu blog oficial. "Esperamos que esta nova função permita aos usuários se prepararem para sua vida digital após a morte, de uma forma que proteja sua vida privada e sua segurança".

O recurso, intitulado Gerenciador de Contas Inativas, está diretamente conectado a serviços da gigante da Web como Gmail, Google+, Picasa, YouTube e Drive. Com a ferramenta, os usuários poderão determinar o que será feito com seus dados assim que as contas ficarem inativas por um determinado período de tempo. "Por exemplo, você poderá escolher destruir os dados, depois de três, seis ou doze meses de inatividade, ou você pode selecionar contatos de segurança para receber os dados".

Mas, como todo cuidado é pouco, a empresa afirmou que antes que qualquer decisão seja tomada, o serviço enviará uma mensagem de texto para o celular do usuário da conta ou para os contatos estabelecidos como sendo de confiança, impedindo assim que as informações sejam destruídas por engano.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.