Google compra startup de sincronização e armazenamento na nuvem

Por Redação | 22 de Outubro de 2014 às 17h00

Intensificando seus esforços em computação na nuvem, o Google está anunciou que está adquirindo a Firebase, uma startup americana dedicada a facilitar a criação de aplicativos com armazenamento virtual e sincronização. A empresa passa, agora, a fazer parte da Google Cloud Platform e contar com acesso a toda infraestrutura da gigante, além de se conectar diretamente a seus serviços.

Os detalhes sobre a aquisição, como valores e termos, não foram revelados, mas o CEO da Firebase, James Tamplin, já disse que pouco vai mudar. Num comunicado oficial, ele afirma que a aquisição representará grande crescimento para a plataforma e que nenhuma das bases estabelecidas hoje serão modificadas. Em vez disso, a ideia é adicionar novas funcionalidades e estruturas, de forma a tornar a plataforma mais robusta e variada.

Isso vale, inclusive, para o fator agnóstico da Firebase. Tamplin deixou bem claro que, apesar de agora fazerem parte do Google, os desenvolvedores que trabalham com a plataforma continuarão livres para desenvolver aplicações nos sistemas operacionais iOS ou, então, para a web como um todo, sem a necessidade de trabalhar exclusivamente para o Android.

De acordo com as informações do GigaOm, o Google acredita que o movimento ajudará na competição com a Amazon, sua principal rival no mundo da cloud computing. A empresa, assim como outras grandes como o Facebook, tem mostrado mão aberta nas aquisições de startups e companhias menores, como forma de agregar tecnologia a seus portfólios e trazer mão-de-obra talentosa para dentro de seus escritórios. A compra da Firebase também se encaixa em tais parâmetros.

Segundo dados oficiais do Google, hoje já são mais de 100 mil desenvolvedores trabalhando em sua plataforma de computação nas nuvens e a expectativa é que esse número aumente consideravelmente no futuro próximo.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!