Google compra Skybox e terá poder de observação a partir do espaço

Por Redação | 14 de Junho de 2014 às 20h55

Agora o Google poderá "ver" você bem de perto e não apenas via web, mas no seu dia a dia. A empresa adquiriu a startup Skybox, que dispara fotos e vídeos de alta resolução através de satélites de baixo custo no espaço. Com a aquisição o Google terá acesso a quase qualquer coisa que acontece na Terra, com a possibilidade de observar o funcionamento de economias, nações, natureza e indivíduos. Os satélites da Skybox têm capacidade para tirar fotos a partir de 500 quilômetros até um metro do chão, com uma alta definição.

Com esse novo poder em mãos, o Google também precisa apresentar novas garantias de respeito à privacidade – mesmo que ele seja capaz de ver o que você faz no seu cotidiano, isso não significa que ele realmente fará isso. A empresa justificou a aquisição dos satélites da Skybox como uma ferramenta para manter o Google Maps atualizado e que no futuro pretende usá-los para difundir o acesso à internet em locais remotos, buscando promover assim os serviços já existentes da empresa.

Uma reportagem no Wired sobre o Skybox apresenta algumas ideias de como as imagens de alta resolução captadas do espaço podem ser usadas para fins comerciais bem específicos, como imagens de poços e montes que podem identificar a produtividade de minas, o mapeamento de estacionamentos para identificar padrões de varejo e mesmo imagens que mostram um acidente de carro. O Skybox já realizou estudos ousados usando esses recursos, como o mapeamento das reservas de petróleo da Arábia Saudita medidas a partir do espaço.

Com o recurso de imagens de cima para baixo, empresas e governos podem identificar padrões comerciais e produção econômica no mundo todo. As informações coletadas por esse meio podem ser usadas tanto para o bem das pessoas, como para o mal, dizem alguns.

Mesmo com todas as suposições, não é muito provável que o governo norte-americano permita um uso desenfreado de um satélite deste tipo e o Google tenha que seguir especificações semelhantes a outras empresas com tecnologia semelhante.

A ideia do Google te observando 24 horas por dia mesmo em seus momentos offline pode parecer perturbadora, mas isso também não seria interessante para o próprio Google. A monetização dos dados obtidos através de um sistema de mapeamento a partir do espaço só seria interessante para governos e empresas se abrangessem populações inteiras e um número grande de pessoas, não observadas individualmente, mas mapeando padrões em grandes contingentes.

É possível, no entanto, que descobertas resultantes deste modelo de observação tragam benefícios para as sociedades. A decisão está nas mãos do Google.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.