Google atualiza ferramenta de criação de conteúdo animado em HTML5

Por Redação | 07.08.2014 às 11:15
photo_camera Reprodução

Há um ano o Google lançou o Web Designer, uma ferramenta para ajudar webdesigners e desenvolvedores front-end a criarem sites e anúncios interativos utilizando o já nem tão novo HTML5. A ferramenta é uma verdadeira mão na roda, principalmente por desmistificar a nova versão do HTML e auxiliar na criação de conteúdo interativo de maneira simples e rápida.

Apesar da mãozinha oferecida pela empresa de Mountain View, o Web Designer ainda não contava com alguns recursos, que finalmente chegaram ao app na atualização desta terça-feira (05). De acordo com o Techcrunch, a nova versão traz consigo mais ferramentas que auxiliam na construção principalmente de anúncios interativos, que agora podem ser publicados diretamente no DoubleClick Studio, que faz o processo de atribuição de conta, cliente e campanha automaticamente.

Como não poderia ser diferente, o aplicativo agora também conta com integração direta com o serviço de anúncios online do Google, o AdWords. A integração entre as plataformas significa que a partir de agora o AdWords passa a oferecer suporte a anúncios HTML5 e que os desenvolvidos em Flash serão convertidos automaticamente para a linguagem numa tentativa de padronizar a forma como a empresa oferta publicidade online.

Google Web Designer se assemelha bastante ao famoso Flash da Adobe. Diferença é que ao invés de gerar um arquivo proprietário fechado o software do Google gera um arquivo aberto que segue os padrões web escrito em HTML5

Google Web Designer se assemelha bastante ao famoso Flash da Adobe. Diferença é que ao invés de gerar um arquivo proprietário fechado, o software do Google gera um arquivo aberto que segue os padrões web escrito em HTML5 (Imagem: Reprodução)

Além das novidades voltadas principalmente para os anunciantes, o Google também disse que toda a ferramenta de animação do app foi remodelada. A partir de agora os usuários vão se deparar com uma nova linha do tempo de animação que inclui uma série de novos recursos, como eventos e auto keyframing, que devem facilitar a forma como a animação é feita. Para completar, foram adicionadas novas ferramentas para animação em três dimensões.

Falando mais tecnicamente, a equipe de desenvolvimento afirmou que todos os componentes e módulos foram reescritos para se comportarem como web components. Integrações com outros serviços do Google, como o Drive, e o editor de textos CodeMirror também foram adicionadas.

Se você trabalha diretamente com publicidade online ou com criação de websites, talvez valha a pena dar uma conferida no Web Designer. Apesar de ser uma ferramenta que auxilia na construção de conteúdo em HTML5, ela é bem completa e nos deixa inclusive ver e editar o que rola por debaixo da interface gráfica, como o CSS e o JavaScript que são gerados automaticamente.

Leia também: Empresa israelense foca em HTML5 para criar soluções de mobilidade