Google anuncia que Google Reader e outros serviços serão desativados em julho

Por Redação | 14.03.2013 às 11:12

O Google anunciou mais uma limpeza em seu rol de produtos, limpeza esta iniciada em 2011 e que elimina do mercado os produtos da empresa que não se saíram tão bem quanto o desejado. Dessa vez, junto com outros serviços, a empresa afirmou em seu blog oficial que irá desativar o agregador de feeds na internet, o Google Reader, no dia primeiro de julho deste ano.

"Nós lançamos o Google Reader em 2005, em um esforço para tornar mais fácil para os internautas descobrirem e gerenciarem o conteúdo publicado em seus sites favoritos. Enquanto o produto tem um público fiel, seu uso tem diminuído ao longo dos anos. Assim, em primeiro de julho de 2013, iremos aposentar o Google Reader. Usuários e desenvolvedores interessados em alternativas RSS poderão exportar seus dados, incluindo assinaturas, com o Google Takeout ao longo dos próximos quatro meses", afirmou a companhia.

A notícia pegou muitas pessoas de surpresa. Além do Google Reader, o pacote de desativação do Google inclui o Google Building Market (permite que os usuários criem modelos tridimensionais a partir de imagens do Google Earth e do Maps); Apps Scripts (voltado para desenvolvedores HTML); Google Cloud Connect (ajuda os usuários a salvarem documentos do pacote Office diretamente na nuvem, mais precisamente no Google Drive); Google Voice App para BlackBerry; CalDAV API (estará disponível apenas para um grupo de desenvolvedores listados); Search API para compras (permite que usuários criem listas de compras com base na busca do shopping do Google) e a versão para Mac e Windows do Snapseed (o aplicativo continuará a ser oferecido para dispositivos iOS e Android).