Google adquire empresa de e-commerce para aprimorar o seu Shopping

Por Redação | 07.02.2013 às 10:03

O Google anunciou nesta quarta-feira (6) a adquição de uma empresa que fornece serviços para sites de compras, a Channel Intelligence, por US$ 125 milhões (R$ 249 milhões). A gigante acredita que com a tecnologia recém-adquirida, ela poderá melhorar seu serviço de listagem de e-commerce, o Google Shopping.

O Channel Intelligence, parte do ICG Group, ajuda seus clientes, incluindo Best Buy, Target e Neiman Marcus, a promoverem seus produtos na web e afirma que é a responsável por movimentar mais de US$ 2 bilhões (R$ 3,9 bilhões) ao ano em vendas pela internet. A empresa ajuda seus clientes a gerenciar seus produtos em sites de listas e de comparação de produtos, incluindo o Google Shopping, e também adiciona a ferramenta 'onde encontrar' nas mercadorias de parceiros.

No último ano, o Google começou a cobrar de varejistas para mostrar seus produtos no Google Shopping, afirmando que poderia melhorar a qualidade dos anúncios. Segundo o The New York Times, alguns varejistas afirmam que suas vendas aumentaram após começar a usar a ferramenta da gigante da Web e os novos anúncios também contribuíram para a receita positiva do Google no quarto trimestre de 2012. Já os consumidores consideram o Shopping uma experiência incompleta, pois mostra listas de produtos apenas daquelas lojas e parceiros que pagaram por isso.

"Nós queremos ajudar os consumidores a economizar tempo e dinheiro, melhorando a experiência de compra online. Acreditamos que a Channel Intelligence irá nos ajudar a criar uma melhor experiência de compra para os usuários e ajudar os comerciantes a aumentarem suas vendas em toda a web", afirmou a empresa em nota oficial. Por enquanto, o Google não informou como irá integrar o serviço da nova empresa ao seu produto - analistas acreditam que esta é a mais recente tentativa da empresa para competir diretamente com a Amazon, já que mais de um terço dos usuários norte-americanos começam sua pesquisa de compra a partir do site da rede de varejo.