Google admite que web móvel está diminuindo ritmo de crescimento de sua receita

Por Redação | 05 de Novembro de 2012 às 09h00

O Google admitiu nesta quinta-feira (1) em seu relatório anual apresentado à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos que a sua receita com anúncios móveis está substituindo sua receita com publicidade para desktops, de uma forma que poderá afetar as vendas gerais da empresa.

"Nosso crescimento em receita geral tem diminuído ao longo do tempo, e poderá continuar no futuro como resultado de uma série de fatores", afirmou a empresa em nota oficial. O Google ainda escolheu novos termos para descrever os fatores-chave para a redução de sua receita como anúncios e pesquisas móveis, que "resultaram em mudanças no nosso portfólio de produtos, incluindo um aumento significativo nas pesquisas móveis e desacelerando o crescimento nas buscas em desktops. Nós acreditamos que o crescimento da nossa receita continuará a ser afetado pela preferência dos usuários", ressaltou.

Busca Google

A empresa afirmou que possui receita anual com anúncios móveis de US$ 8 bilhões

Segundo o Business Insider, durante a apresentação dos resultados do terceiro trimestre de 2012, o atual CEO do Google, Larry Page, afirmou que a companhia já possui lucro anual com publicidade móvel de US$ 8 bilhões (cerca de R$ 16,2 bilhões), causando retração de 2% no seu mercado de anúncios para desktops. A contração desse mercado se deve ao fato de os preços sobre cliques no mercado móvel renderem menos do que no mercado de computadores.

Oa analistas afirmam que esse cenário gera um grave problema de procura e oferta, ou seja, com mais acessos via meios móveis, aumenta o inventário disponível para os anunciantes, gerando uma diminuição dos valores estipulados para os anúncios. Com isso, o Google poderá ter problemas para aumentar sua receita como um todo.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.