Gastos com pesquisa e desenvolvimento da Apple aumentaram 40% em 2012

Por Redação | 01 de Novembro de 2012 às 16h20

Os gastos com pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e tecnologias da Apple aumentou em torno de 40% no ano fiscal de 2012. A empresa, que apresentou seu relatório anual nesta quarta-feira (31), gastou US$ 3,4 bilhões (cerca de R$ 6,9 bilhões) em pesquisa neste ano, um aumento de US$ 952 milhões (R$ 1,9 bilhão) ou 39% a mais em comparação a 2011.

No ano anterior, a empresa de Cupertino gastou neste setor US$ 2,4 bilhões (R$ 4,8 bilhões), apresentando um aumento de US$ 647 milhões (R$ 1,3 bilhão) ou 36% sobre o ano de 2010.

Os gastos com P&D da Apple estão sob observação de analistas nos últimos anos, já que a companhia gasta muito menos do que seus concorrentes. Para ter uma ideia, a Microsoft gastou US$ 9,8 bilhões (R$ 19,9 bilhões) em seu ano fiscal de 2012, enquanto o Google fechou 2011 com gasto de US$ 5,2 bilhões (R$ 10,5 bilhões).

Câmaras anecoicas de pesquisa da Apple

Câmaras anecoicas da Apple, parte de um projeto de pesquisa antigo de US$ 100 milhões

"A Apple continua a acreditar que o foco em investimentos em pesquisa e desenvolvimento são fundamentais para o seu crescimento futuro e posição competitiva no mercado, e estão diretamente relacionados com o desenvolvimento de novos e aprimorados produtos, como a estratégia central de negócios da empresa", afirmou a Apple em nota oficial. "Como tal, a companhia espera mais investimentos em P&D para manter a sua competitividade".

Parte dos investimentos da Apple estão voltados para a aprovação e construção até o ano de 2015 de seus novos escritórios em Cupertino, Califórnia. O projeto, apresentado à prefeitura local no último ano, mostra uma construção que se estende tanto para cima como para o subsolo, em formato de "disco voador".

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.