Galaxy S5 tem função de 'babá eletrônica' para monitorar choro de crianças

Por Redação | 31 de Março de 2014 às 13h40
photo_camera Reprodução

Faltam apenas duas semanas para o Galaxy S5 desembarcar no Brasil. Enquanto isso, sites e empresas especializadas continuam explorando todo o potencial do novo topo de linha da Samsung e, de quebra, descobrindo novas funções não reveladas pela companhia. Uma delas promete ser bastante útil para os pais de filhos pequenos: a Baby Crying Detector.

De acordo com informações do Gizmodo, o recurso é uma espécie de babá eletrônica. Para funcionar, é necessário que os pais possuam um relógio inteligente da fabricante sul-coreana, o Galaxy Gear, para receber o alerta do Galaxy S5 que ficará posicionado a cerca de 1 metro do bebê. Os dois dispositivos trabalham em conjunto para alertar toda vez que o choro da criança for identificado.

Até o momento não foram realizados testes para por em prova a ferramenta. A Samsung, por sua vez, afirma que essa função não deve substituir a presença física dos pais para com a criança, nem esquecê-la completamente em um cômodo da casa para poder realizar outras tarefas. Segundo a companhia, "falhas podem ocorrer" e os pais precisam ficar atentos aos seus filhos pequenos, principalmente durante à noite.

Anunciado em fevereiro, o Galaxy S5 vem equipado com uma nova tela de 5,1 polegadas Super AMOLED de 1080p e uma traseira redesenhada com uma carcaça cheia de pequenos furos, que garantem mais firmeza na hora de segurar o aparelho. Além de contar com proteção contra poeira, ele é resistente a água e pode ficar imerso por até 30 minutos em uma profundidade de até 0,9 metro. O smartphone roda a nova versão do sistema operacional Android, a 4.4.2 KitKat, e possui um processador quad-core de 2,5 GHz, 2 GB de memória RAM e bateria de 2.800 mAh.

Fora o Baby Crying Detector, outro recurso que chama atenção no dispositivo é seu leitor de digitais, recurso biométrico já presente no rival iPhone 5S, da Apple. A ferramenta pode ser usada para destravar o gadget e garantir que transações financeiras sejam feitas de forma mais segura. Há também um leitor de batimentos cardíacos localizado na parte traseira do smartphone, logo abaixo da câmera, que consegue medir a frequência cardíaca do usuário toda vez que ele posiciona o dedo nesse sensor. As informações ficam armazenadas no sistema Fitness presente no dispositivo.

O aparelho estará à venda no Brasil a partir do dia 11 de abril por R$ 2.599 na versão de 16 GB e nas cores preto, branco, azul e dourado. O preço vale para o celular desbloqueado, ou seja, sem contrato com operadoras. Um dia antes chegam ao país o smartwatch Galaxy Gear 2 e a pulseira inteligente Galaxy Fit custando R$ 1.299 e R$ 899, respectivamente.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.