Galaxy Note 4 pode ter versão com tela curva

Por Redação | 14 de Junho de 2014 às 19h18

A Samsung está se preparando para lançar a próxima versão do Galaxy Note, seu phablet mais famoso, nos próximos meses, e já começaram a surgir na internet os rumores sobre o que a coreana apresentará de novidade aos consumidores.

Na atual conjuntura do mercado, realmente fica difícil imaginar alguma função ou recurso inovador. A tendência ultimamente tem sido em melhorar o hardware existente, mas focar mais em aprimorar o software e a usabilidade. O início da integração com dispositivos vestiveis (wearables), relógios inteligentes e outros eletrônicos que se conectam aos smartphones também está presente nos novos produtos.

Fontes no mercado sul-coreano afirmam que é bem provável que a Samsung lance o Galaxy Note 4 em duas versões: uma tradicional, com a tela plana, e outra com a tela curva. O grande destaque do aparelho será a resolução Quad HD (2560 x 1440 pixels), que é 4 vezes maior do que a resolução HD. Os rumores indicam que a tela será de 5.7 polegadas, o que resultará em uma densidade de pixels de aproximadamente 515 ppi – um número altíssimo. O iPhone 5S, por exemplo, tem uma densidade de 326 ppi.

Porém, especialistas argumentam que uma densidade tão grande não é algo tão importante, tendo em vista que o olho humano só é capaz de distinguir a diferença de densidades até 300 ppi – por isso que a Apple chama a resolução do iPhone de “Retina”. Mas há quem diga que em uma tela tão grande quanto a do Note 4, esse número pode ser vantajoso. Só esperando para ver.

O aparelho de tela plana é tido como certo pelo site coreano The Korea Times. Já o de tela curva provavelmente será disponibilizado somente em mercados selecionados, principalmente a Coreia. Então não espere ver nada do tipo por aqui.

Além disso, há quem questione a real necessidade e utilidade de um display curvo. Obviamente, dispositivos como relógios inteligentes tirarão muito proveito de telas curvas, mas em um smartphone fica difícil. Os poucos argumentos que defendem a tecnologia têm a ver com ergonomia: o aparelho se adaptaria mais fácil às mãos do usuário, além de encaixar melhor no bolso devido à curvatura da perna.

Além da tela de alta resolução, o aparelho deverá vir com um processador bem potente. O Galaxy Note 3, quando foi lançado, era o smartphone mais potente do mercado, e ainda continua entre os primeiros da lista quase 1 ano depois. A câmera também deve ser aprimorada, e é bem possível que ele também tenha o leitor de impressões digitais presente no Galaxy S5, além de uma maior interação entre a caneta S Pen e o Android.

O Galaxy Note 4 deve ser anunciado em setembro, durante a conferência IFA, que acontecerá em Berlim, na Alemanha. O Canaltech estará presente na feira para conferir os detalhes em primeira mão.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.