GTC 2015: conheça o DIGITS DevBox, máquina da NVIDIA que custa US$ 15.000

Por Pedro Cipoli | 19 de Março de 2015 às 17h29
photo_camera Pedro Cipoli/Canaltech

*De San José, Califórnia (EUA)

Quanto você acha que custaria uma máquina top de linha para desenvolvedores? Que tal US$ 15.000 (aproximadamente R$ 50.000 no Brasil)? Esse é o preço sugerido da DIGITS DevBox da NVIDIA, uma máquina especialmente projetada para desenvolvedores e com um fortíssimo poder computacional graças ao enorme paralelismo da configuração, indicada especialmente para Deep Learning.

Apenas como comparação, o Mac Pro da Apple começa com preços em torno de US$ 2.999 (cerca de R$ 10.000) nas configurações mais básicas, isso considerando a boa margem de lucro da Apple, comum em todos os produtos. Então, o que a DevBox tem de especial para custar tão caro, mesmo para os padrões americanos? Vamos dar uma olhada na configuração.

DIGITS DevBox

Começando pelo que chama mais atenção, o DevBox vem com nada menos do que quatro Titan X em SLI, recém anunciada GPU da empresa durante o GTC 2015. Isso significa 12.288 processadores de fluxo CUDA, 48 GB de memória GDDR5 rodando a 7 GHz e uma TDP combinada de 1.000 Watts – tudo para que o desenvolvedor não veja um gargalo sequer em seus testes.

DIGITS DevBox

O restante da configuração também impressiona, com 64 GB de memória DDR4 quad-channel, processador Intel Core i7 de última geração com refrigeração líquida, chipset X99 com uma placa-mãe da ASUS, 3 HDs de 3 TB cada um em RAID 5 com um SSD mSATA e outro SSD comum primário e uma fonte de alimentação de 1.500 Watts. O sistema operacional é o Ubuntu 14.04, edição LTS (Long-Term Support), já que o foco é desenvolvimento, em especial voltado para Deep Learning, e não games.

DIGITS DevBox

A NVIDIA anunciou que não venderá a DevBox em escala, e sim para interessados que preencherem o cadastro no site oficial da empresa, um dos pontos que explica o seu alto preço (afinal, estamos falando de quase 5 Mac Pros da Apple de configuração básica). Quando questionada sobre o alto custo, a NVIDIA assegurou que dará o melhor suporte possível para desenvolvedores, além de oferecer a DevBox com todos os programas pré-instalados. Basta ligar e usar.

DIGITS DevBox

Sim, trata-se de uma máquina bastante cara. Afinal, cada uma das placas de vídeo custa US$ 999 nos Estados Unidos, e mesmo que o restante da configuração traga o que há de melhor em desempenho atualmente, ainda assim a conta não fecha. Sim, teoricamente é possível montar uma máquina com a mesma configuração da DevBox, instalar o Ubuntu 14.04 e configurar tudo o que é necessário, mas o usuário ficará sem o suporte da companhia.

O que achou da DIGITS DevBox? Acha que vale o preço para o desenvolvedor que quer entrar no mundo do Deep Learning? Conte para nós nos comentários.

*O Canaltech viajou a San Jose, na California, a convite da NVIDIA

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!