Foxconn fecha negócio com Google e vende dezenas de patentes para a empresa

Por Redação | 25 de Abril de 2014 às 14h54

A Foxconn anunciou na manhã desta sexta-feira (25) que vendeu uma série de patentes tecnológicas para o Google por um montante não revelado.

Muito embora seja mais conhecida por suas linhas de montagem de produtos da Apple e Sony, a companhia chinesa possui um vasto leque de patentes que são utilizadas em todo o mundo. Em um comunicado oficial, ela revelou que atualmente possui mais de 128 mil registros de patentes e que mais de 64 mil deles foram licenciados em todo o globo.

A notícia pode parecer estranha, mas a verdade é que a prática já é comum entre empresas de tecnologia. A própria Foxconn já vendeu algumas patentes relacionadas à produção de telas e monitores para o Google no ano passado, que por sua vez adquiriu a Motorola em 2011 basicamente para tomar posse de suas patentes relacionadas à produção de dispositivos móveis.

Conforme noticiou o Wall Street Journal, a aquisição pode indicar que o Google está procurando estabelecer um novo padrão de produção relacionado a algum produto. Embora não se refira a nenhum produto em específico, são grandes as chances de que ele seja o smartphone modular que vem sendo trabalhado pela equipe do Project Ara ou a linha de produção do Google comandada exclusivamente por robôs.

A Foxconn, por outro lado, afirmou que continuará investindo em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias que possam "transformar tais investimentos em valiosas propriedades intelectuais".

Ambas as empresas se recusaram a fornecer detalhes adicionais sobre a transação.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.