Fórmula 1 lança desafio para atualizar seus sistemas de tecnologia

Por Redação | 02 de Julho de 2014 às 11h50

Imagine mudar a forma como a Fórmula 1 vê seus dados em todo o mundo. Esse é o desafio proposto pela Tata Communications, fornecedora de tecnologia da categoria. O desafio consiste em reinventar a tela de dados usada por todas as equipes e pilotos para planejar a estratégia de corrida. O sistema é um dos mais antigos e importantes da série e não sofre alterações desde 1980.

O desafio faz parte do Connectivity Innovation Prize, que contém ainda outros dois desafios que serão revelados mais à frente. O prêmio? Um fundo de US$ 50 mil.

live timing F1

Uma das telas do Live Timing atual (Foto: Reprodução)

Atualmente a tela de dados da Fórmula 1 tem um fundo preto que exibe diversos dados e letras simultaneamente se referindo às estatísticas como, por exemplo, o tempo que o carro levou para completar setores específicos da pista, tempo total das voltas, número de pit stops, tempo entre cada carro na pista e quanto tempo cada um está atrás do líder da corrida.

Quem participar do desafio terá uma grande liberdade de criação. A pessoa pode não apenas definir a forma dos dados, mas como eles seriam visualizados, com recursos como gráficos e página adicional na tela. A ideia selecionada ainda será considerada para implementação e apresentada para a Fórmula 1.

Para Mehul Kapadia, diretor de negócios F1 na Tata Communications, a tela atual tem uma grande capacidade de fornecer múltiplos dados, mas eles acreditam que é possível obter uma visão mais completa, incluindo dados como a estratégia de corrida proposta e o desempenho atual do carro. Para ele, a interação será levada para outro nível, afirmou em entrevista a Forbes.

A Fórmula 1 é assistida por mais de 450 milhões de pessoas no mundo, e essa mudança seria vista por essas pessoas, além das equipes e pilotos.

Para Kapadia, este é um bom momento para o lançamento do desafio devido à alta capacidade de integrar fontes de dados e meios de comunicação. Ele ressalta o alto número de pessoas que assiste as corridas através de dispositivos conectados à internet.

A comissão julgadora será composta por Kapadia, o ex-campeão da F1 Lewis Hamilton, o diretor técnico executivo da equipe Mercedes Paddy Lowe, o ex-piloto de F1 Martin Brundle e John Morrison, diretor técnico da Gerência da Fórmula 1.

Morrison afirma que o grupo está buscando uma forma emocionante e inovadora de apresentar esses dados e cálculos necessários nas corridas, além de novas informações. Já Kapadia ressalta também que, com uma nova interface, será possível enriquecer a experiência do público durante as corridas da Fórmula 1.

Seis critérios serão avaliados nas propostas apresentadas: originalidade da solução, viabilidade da solução, conteúdo técnico, inovação e criatividade, qualidade do material e entrada e compreensão do desafio e solução da proposta.

O segundo desafio do Prêmio Inovação será anunciado antes do Grande Prêmio da Itália, em setembro, com a final a ser revelada na véspera do Grande Prêmio dos Estados Unidos em novembro.

A Tata Communications se tornou parceira da Fórmula 1 em 2012, principalmente por conter a maior rede de cabos submarinos do mundo, permitindo uma grande transmissão de dados em tempo muito menor.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!