Falhas humana e de JavaScript teriam causado problemas em streaming da Apple

Por Redação | 10 de Setembro de 2014 às 16h11
photo_camera Divulgação

Quem tentou assistir a apresentação do iPhone 6 e do Apple Watch pela internet na tarde desta terça-feira (9) enfrentou dificuldades, pelo menos na primeira meia hora. Como se não bastasse o fato do vídeo ser exclusivo para usuários de Mac ou iOS, o streaming travava a todo momento, exibindo colorbars e até mesmo os créditos finais da apresentação. Quando funcionava, o que se ouvia era uma tradução simultânea em chinês sobreposta à fala do CEO Tim Cook e outros executivos, impedindo que as informações fossem ouvidas com mais clareza.

Dan Rayburn, um especialista da empresa Streaming Media, afirma que códigos mal implementados em JavaScript foram os principais responsáveis pelo problema. Segundo informações do site Cult of Mac, o funcionamento simultâneo de um live blogging na parte inferior da transmissão de vídeo ao vivo teria causado a falha.

Embora o erro tenha durado por cerca de 30 minutos, o problema é bem simples de ser explicado. A realização de uma cobertura por texto fazia com que a página se atualizasse automaticamente com um espaço de poucos milissegundos. Com isso, o servidor de vídeo entendeu que havia uma demanda de espectadores muito maior do que a que realmente existia, reduzindo a qualidade da transmissão ao máximo até, efetivamente, tirá-la do ar.

No entanto, isso não explica a aplicação da tradução simultânea indesejada. Segundo Rayburn, nesse caso específico, trata-se de uma falha humana, pois a pessoa encarregada não fez um procedimento padrão de configurar os conversores de áudio e separar as faixas corretamente, gerando a mistura de todas elas na transmissão ao vivo.

Percebendo os problemas e tentando resolvê-los rapidamente durante o andamento da apresentação, a Apple teria tentado reiniciar seus conversores e equipamentos, e até mesmo reformular a página como um todo. Isso explicaria os erros de acesso não autorizado e também as mensagens de impossibilidade de acesso à transmissão que muitos usuários observaram, principalmente nos dispositivos com iOS.

A empresa não se pronunciou oficialmente sobre o assunto e tomou medidas para resolver o caso o mais rápido possível. Ainda assim, muita gente teve que ficar sabendo das novidades sobre o iPhone 6 por meio das redes sociais e sites de notícias, e não pela fonte original, como era planejado.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.