Facebook, IBM e outras empresas de tecnologia valem mais que países inteiros

Por Redação | 13 de Janeiro de 2014 às 15h21
photo_camera Divulgação

O Bank of America Merrill Lynch (BAML) divulgou um relatório na última sexta-feira (10) que destaca o valor de mercado das ações de vários países. Mas um dos dados mais interessantes da pesquisa, intitulada "The Thunderinf World", revela que grandes empresas de tecnologia são mais valiosas que nações como Malásia, México e África do Sul. Saiu no Computer World.

O BAML comparou as ações na Bolsa de nove companhias norte-americanas – incluindo organizações fora do mercado de tecnologia, como Starbucks e Exxon – com as economias de nove países emergentes. O Facebook, por exemplo, está avaliado em US$ 145,75 bilhões, cerca de US$ 2 bilhões a mais do que a Malásia, que vale US$ 143,74. Já a IBM vale US$ 205,05 bilhões em comparação com os US$ 202 bilhões do México.

O Google também aparece na lista avaliado em US$ 381,17 bilhões, aproximadamente US$ 12 bilhões a menos que o valor de mercado do Brasil (US$ 393 bilhões). A Apple, empresa de tecnologia mais rica do mundo, não foi incluída no ranking, mas estima-se que seu valor de mercado esteja na casa dos US$ 483 bilhões.

"O valor de mercado do Brasil mal ultrapassa o do Google, e o da Índia é menor do que o do banco Wells Fargo, assim como o da Turquia é praticamente o mesmo que o do Starbucks", disse Michael Hartnett, estrategista-chefe do BAML. Ele destaca que as companhias do setor cresceram tanto que fazem os países ainda em desenvolvimento parecerem baratos.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.