Executivo da Apple acusa Samsung de diminuir imagem da empresa com cópias

Por Redação | 03.04.2014 às 10:14 - atualizado em 03.04.2014 às 16:23

Começou nesta segunda-feira (31) mais um processo judicial da Apple contra a Samsung por quebra de patentes. Na terça-feira (01), foi a testemunho o chefe de marketing da Apple, Adam Schiller, que reafirmou os danos à companhia por conta das supostas cópias da sul-coreana.

"Eu acredito que isso tenha causado danos à Apple no mercado. Isso fez com que as pessoas questionassem as inovações que nós criamos e o papel da Apple como inovadora", disse Schiller. "Esse desafio é maior do que copiar".

O novo julgamento envolve sete patentes. A Apple acusa a Samsung de quebrar cinco, incluindo a tecnologia que permite a usuários clicar em links em uma mensagem e serem direcionados. Já a sul-coreana acusa a Apple de infringir duas patentes, incluindo a tecnologia que aumenta a velocidade de transmissão de dados (utilizada no Facetime do iPhone).

De acordo com o CNET, Schiller não deu grandes informações sobre as patentes infringidas em sua fala nesta semana. Ele disse que sabe quais são, mas desconhece os detalhes técnicos.

Schiller participou de um processo semelhante feito em 2011 e na época falou que o iPhone tinha sido uma "aposta da companhia". Essa semana ele reiterou essa afirmação e disse que o iPad tinha sido outra importante aposta.