Ex-funcionários mostram fotos incríveis dos primeiros dias de vida da Apple

Por Redação | 02 de Janeiro de 2014 às 11h15

Quantos negócios surgem em quartos, quintais e garagens e obtêm sucesso hoje em dia? Poucos, certo? Agora imagine isso na década de 1970, quando Steve Jobs e Steve Wozniak, na garagem do pai de Jobs, deram o pontapé inicial para o que hoje é a Apple. Para muitos funcionários, aquilo tudo não passava de um emprego para pagar as contas, inclusive para Bob Martinengo e Mark Johnson, dois dos primeiros funcionários da empresa.

Os dois tiveram a oportunidade de conversar com o pessoal do Business Insider e contar um pouco sobre como era a rotina nos primórdios da Apple. Além dos relatos, Martinengo e Johnson também trouxeram consigo imagens que são consideradas raras por dois motivos: 1) ninguém imaginava que a Apple mudaria o mundo da forma que mudou e 2) sair por aí com uma câmera em 1977 não era para qualquer um.

A imagem acima mostra Crisann Brennan, Mark Johnson e Robert Martinengo apoiados no que parece ser uma pilha de caixas que contêm o Apple II. Para Martinengo, que hoje trabalha numa companhia cujo foco é oferecer produtos e serviços para pessoas com algum tipo de deficiência, tudo "era muito divertido".

Brennan, que na época tinha 22 anos, viria a ser a namorada de Steve Jobs e engravidaria dele. Jobs, que não aceitava a ideia de ser pai, se enfureceu, terminou o relacionamento e negou a paternidade de Lisa até que ela atingisse a adolescência.

Jonhson tinha a mesma função que Martinengo na Apple e montava os computadores Apple II. "Essa foto foi tirada numa sexta-feira. Estávamos esperando a UPS chegar para pegar uma encomenda de 57 Apple II que havíamos aprontado. Foi a primeira vez que conseguimos montar, testar e empacotar 57 unidades em apenas uma semana de trabalho. Um feito e tanto para a nossa equipe naquela época", conta Johnson.

Datada de 1978, a foto abaixo mostra mais membros da equipe do Apple II, inclusive Steve Jobs ao centro, de camisa azul.

Da esquerda para a direita: Elmer Baum, Mike Markkula, Gary Martin, Andre Dubois, Steve Jobs, Sue Cabannis, Mike Scott e Don Breuner. Em pé atrás, Mark Johnson.

Da esquerda para a direita: Elmer Baum, Mike Markkula, Gary Martin, Andre Dubois, Steve Jobs, Sue Cabannis, Mike Scott e Don Breuner. Em pé atrás, Mark Johnson.

Perceba que, na foto, Jobs parece estar discutindo com Mike Scott, o primeiro presidente da companhia, que foi trazido para por rédeas curtas em Jobs. "Isso acontecia com muita frequência", diz Johnson.

Elmer Baum era engenheiro. "Ele era sênior, pessoa muito responsável. Trabalhava na produção e engenharia [do Apple II] e era a típica pessoa amuada", relembra Johnson.

Mike Markulla foi o investidor de risco que forneceu o primeiro financiamento de verdade à Apple e trouxe a ela administração de verdade. Andre Dubois aparentemente foi o primeiro gerente de vendas europeu da Apple. Sue Cabannis era a gerente do escritório. Gary Martin trabalhava no financeiro e Don Bruener era técnico em hardware.

Essa outra foto mostra a equipe do Apple II e vários computadores nas prateleiras ao fundo.

Da esquerda para a direita: Elmer Baum, Mark Johnson, Don Breuner e Daniel Kottke. Kottke, que também era técnico em hardware, se tornou numa espécie de arquivista dos primórdios da Apple.

Da esquerda para a direita: Elmer Baum, Mark Johnson, Don Breuner e Daniel Kottke. Kottke, que também era técnico em hardware, se tornou numa espécie de arquivista dos primórdios da Apple.

Essa planta baixa da empresa, cujo primeiro endereço comercial foi na Stevens Creek Boulervard, mostra o quão pequena era a empresa naquela época.

Planta baixa do primeiro endereço comercial da Apple, na Stevens Creek Boulervard, em Cupertino, Califórnia.

Planta baixa do primeiro endereço comercial da Apple, na Stevens Creek Boulervard, em Cupertino, Califórnia.

"Era um espaço muito pequeno", relembra Johnson. "Só incluia a entrada e um espaço para escritórios sem divisórias. Ao virar à direita, você entrava na área de montagem. O espaço era tão pequeno que era preciso ocupar um escritório adjacente".

Perceba que Jobs e Wozniak trabalhavam lado a lado no início. Isso veio a mudar quando a Apple se mudou com seus 30 funcionários para seu segundo escritório na Bandley Drive, em Cupertino. Lá, os dois se sentavam o mais longe possível um do outro, como mostra a planta baixa do local.

Planta baixa do segundo endereço comercial da Apple, em Bandley Drive, também em Cupertino, Califórnia.

Planta baixa do segundo endereço comercial da Apple, em Bandley Drive, também em Cupertino, Califórnia.

"No pouco tempo que fiquei lá, vi a empresa deixar de ser uma startup patética e se transformar em uma empresa com linha de produção e tudo", diz Johnson.

Quando o Apple II foi lançado no verão de 1977, ele vinha com gráficos coloridos. Então Jobs decidiu que a logomarca da companhia tinha que mudar e a preencheu com um arco-íris.

Primeiro bordado da logomarca colorida da Apple feito para um evento de computação em Anaheim

Primeiro bordado da logomarca colorida da Apple feito para um evento de computação em Anaheim

"Jobs contratou uma lojinha local para criar um bordado em comemoração à nova logomarca da empresa. Os bordados foram entregues a cada um dos colaboradores pelo próprio Steve. Verifiquei com os demais empregados da época para ver quem ainda tinha um desses, mas ninguém sequer lembrava deles. Se houver outro que tenha sobrevivido ao tempo, eu gostaria de saber. Esse é um artefato único dos primeiros dias da Apple", afirma Johnson.

Gene Carter, um dos primeiros gerentes a trabalhar para Markkula na Apple, contou mais sobre os bordados à Business Insider. "Eles foram feitos por mim. Lembro-me que estávamos nos preparando para uma feira de computação em Anaheim e queríamos diferenciar a Apple das demais empresas. Minha filha era líder de torcida na escola de Saratoga e tinha um "S" bordado em seu casaco. Então fui até a mesma empresa que fez aquilo para fazer o logotipo para nós. Eu e Markulla fomos até a Macy's e compramos casacos brancos para todos vestirem na feira e costuramos a logo no peito de cada peça. Isso foi em 1978".

Que baita viagem no tempo, concordam?

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!