Ex-diretor da Siri agora trabalha com "Internet das Coisas" na Samsung

Por Redação | 12 de Novembro de 2013 às 14h09

O ex-engenheiro de software da Apple Luc Julia, antes encarregado de desenvolver a assistente virtual Siri, está trabalhando com a SAMI (Arquitetura Samsung para Interações Multimodais), plataforma da Samsung que pretende agregar e distribuir dados de dispositivos conectados. Segundo o MacWorld, Julia abraçou o cargo de vice-presidente no Samsung's Open Innovation Center e já demonstrou, na última sexta-feira (7), o funcionamento da arquitetura da concorrente da Maçã.

A SAMI será capaz de acessar dados de dispositivos vestíveis, bem como de eletrodomésticos da categoria "smart home", carros e muitos outros. Os resultados são divulgados em formato de um feed. Para demonstrar a novidade, o executivo gerou dados a partir de vários sensores fitness acoplados a seu corpo, e todas as informações adquiridas foram concatenadas em um só aplicativo.

O que mais chamou a atenção durante a demonstração é o "quê" de Siri que o sistema da Samsung possui, principalmente quando Julia perguntou: "SAMI, o que estou fazendo?" e o aplicativo respondeu prontamente que ele acabava de atingir seu objetivo do dia.

Diferentemente da Siri, a SAMI será mais aberta a outras plataformas. Atualmente, a Samsung trabalha com vários parceiros para desenvolver sua nova tecnologia, como Fitbit, Pebble e Withings. Ao todo, são aproximadamente 50 empresas tomando parte do projeto.

A maior preocupação da Samsung é o desenvolvimento do software em si, algo ainda estranho para a gigante da tecnologia focada em dispositivos e hardware. Pelo jeito, a Apple não emprestará nem um bocado de sua expertise para o programa da rival, principalmente diante de um cenário de disputas judiciais por quebra de patentes entre as duas empresas.

"É algo que a Samsung ainda não conhece muito bem atualmente, por ser uma indústria de hardware", revelou Julia. "Mas queremos conquistar espaço e oferecer algo semelhante à iCloud".

Julia se manteve no cargo de diretor da Siri por dez meses após a partida de seu fundador, Dag Kittlaus, em 2011. Ele finalmente deixou a Apple em 2012, justamente para ocupar o cargo na sul-coreana.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.