Escola cria programa de videoconferências para ajudar alunos a praticar inglês

Por Redação | 08.05.2014 às 09:32

Falar inglês pode parecer uma habilidade não tão mais distante da maioria dos brasileiros. O problema é que nem todos têm a chance de praticar com frequência o idioma e manter a língua "em dia". Pensando nisso, a CNA criou um programa de videoconferências que promete solucionar esse problema: o Speaking Exchange.

Como o próprio nome diz em inglês, a ideia é promover um "intercâmbio de conversação", que acontece graças a um software desenvolvido pela escola de idiomas. Nele, alunos se conectam a pessoas de outros países para treinar o inglês.

O funcionamento é bem simples: similar ao Skype, o aluno "chama" o contato e após atender o chamado, os dois podem conversar por voz e vídeo. Além disso, as conversas são gravadas e publicadas em uma conta privada do YouTube para que, mais tarde, os professores possam avaliar o desempenho dos estudantes durante a conversa.

Segundo a CNA, o Speaking Exchange teve seu piloto executado no início do mês, com alunos da unidade Liberdade, em São Paulo, e idosos da casa de repouso Windsor Park Retirement Community, em Chicago, nos Estados Unidos. A experiência foi retratada em vídeo, que também se transformou em campanha da escola: