Em resultado inédito, mercado de TI recua no Brasil no primeiro semestre do ano

Por Redação | 02 de Outubro de 2014 às 11h10

Depois de viver dias de crescimento próximo a 10% ao ano, o mercado de TI brasileiro está demonstrando sinais de estagnação e encolhimento. Desde 2012 a desaceleração da expansão acompanha esse mercado, que agora passou a estar em apenas 6%, número que apenas acompanha a inflação do país, registrando um declínio no primeiro semestre do ano.

De acordo com um levantamento feito pela IT Data, as condições financeiras das empresas de TI, como um todo, pioraram e, consequentemente, os gastos no setor ficaram estagnados em relação ao ano passado. A análise ainda aponta que alguns outros setores da economia no país contribuíram para a queda do resultado geral em TI.

A valorização do dólar também tem se mostrado um problema para as empresas. A capacidade de consumo das pessoas que realizam compras de produtos de informática piorou devido ao aumento de preço impulsionado pela alta da moeda norte-americana. A maior dificuldade para a obtenção de crédito e o fato do consumidor estar mais endividado prejudicam as vendas do segmento.

Mesmo o consumidor que continua gastando com equipamento de informática mudou seu comportamento no momento da compra. A maioria continua comprando PCs, porém trocando menos o produto. O interesse dos consumidores dessa área passou a ser nos smartphones, que obtiveram crescimento assustador de 34% em vendas neste ano. De acordo com Ivair Rodrigues, diretor de pesquisa da IT Data, "mesmo os tablets correm o risco de perder espaço para os smartphones com telas maiores, o que está sendo uma tendência muito forte".

Rodrigues ainda afirma que existe outro problema por trás do baixo crescimento do mercado de TI no país. "Importante mencionar que o custo da mão de obra de TI está aumentando. Isso compromete a capacidade de novos investimentos por parte das empresas, uma vez que boa parte do orçamento é direcionada ao pagamento de pessoal", analisa.

A queda de 1% no mercado de TI no país no primeiro semestre deste ano comparado ao mesmo período do ano passado é um dado inédito no Brasil. Para piorar, a IT Data não enxerga a possibilidade de uma melhora considerável no mercado de TI de um modo geral neste segundo semestre do ano.

"Vários segmentos estão com dificuldades financeiras e a apreensão sobre os rumos da política econômica brasileira ainda cria incertezas. O aumento do dólar faz com que os preços de aquisição de hardware e software subam, pressionando o bolso tanto das pessoas físicas quanto o das empresas", declara Rodrigues.

Fonte: http://convergecom.com.br/tiinside/01/10/2014/mercado-de-ti-recua-pela-primeira-vez-brasil-pressionado-por-alta-dolar-e-custo-com-pessoal/?noticiario=TI&__akacao=2101232&__akcnt=2a5ceca8&__akvkey=01bb&utm_source=akna&utm_medium=emai

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!