Em entrevista, Tim Cook diz que experiência em tablets Android é 'uma porcaria'

Por Redação | 10.02.2014 às 19:46 - atualizado em 10.02.2014 às 23:48

O CEO da Apple, Tim Cook, concedeu uma entrevista ao Wall Street Journal e fez algumas declarações um tanto quanto polêmicas. Ao ser questionado sobre o futuro do mercado de dispositivos móveis, Cook revelou não acreditar que ele seguirá os passos do mercado de computadores pessoais, no qual até hoje a Apple é uma empresa de nicho. Para ele, esse cenário não se repetirá nos dispositivos móveis porque a Apple dispõe daquilo que antes não dispunha: aplicativos.

"Existia uma diferença gigantesca entre o número de aplicações disponíveis para o Macintosh e para o Windows", disse Cook. Ao longo dos anos essa diferença só cresceu, principalmente porque o Mac perdeu o apoio de algumas aplicações-chave.

Nos dispositivos móveis a história é totalmente diferente e a empresa comandada por Cook conta com mais de um milhão de aplicações, das quais metade está otimizada para funcionar no iPad. Sobre o Android, Cook disse que apenas cerca de 1000 aplicativos estão otimizados para os tablets. Por esse motivo, ele acredita que "a experiência em tablets Android é uma porcaria".

O CEO da Apple ainda compara o Android com a Europa, sob o ponto de vista de que cada país tem sua cultura, vivendo sob a mesma zona monetária. "O Android é como a Europa (...). O Android é um monte de coisas. Me diga, quantas pessoas que usam um Kindle sabem que estão usando Android?".

Cook também aproveitou o momento para defender seu ponto de vista de que o mercado de computadores já não é um monopólio. Vindo da Compaq para trabalhar na Apple, Cook afirmou que entende o mundo dos PCs "porque já esteve nele naquela época". Ele ainda disse que "basta perguntar às pessoas que viveram àquela época" para comprovar que "as coisas não são mais as mesmas".

Durante a entrevista o presidente executivo da Apple também revelou que a companhia recomprou cerca de US$ 14 bilhões em ações nas últimas duas semanas e que está disposta a fazer aquisições, mas somente se elas fizerem sentido. Ele ainda deixou no ar que a Apple está trabalhando em "algo realmente bacana" numa nova categoria de produtos, algo que vários executivos da Apple já comentaram nos últimos meses, e que a companhia está investindo pesado nos "Macs do futuro".