Educação a distância cresce mais que a presencial no Brasil

Por Redação | 19 de Setembro de 2013 às 12h57

A Educação a distância (EAD) vem crescendo em passos mais largos que a educação presencial. Entre 2011 e 2012, o aumento nas matrículas em cursos do EAD cresceram 12,2%, enquanto a educação presencial teve aumento de apenas 3,1%.
Apesar de crescer mais, o EAD ainda está longe dos curso presenciais, representando 15,8% das matrículas no período, segundo dados do Censo da Educação Superior de 2012, divulgados pelo Ministério da Educação (MEC).

E se depender do governo federal, esse número deve crescer. Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a intenção é ampliar a oferta de cursos EAD nas instituições federais. De acordo com o censo, a maior parte das matrículas nestes cursos está concentrada na rede privada (83,7%) e é oferecida por universidades (72,1%).

Outra demanda que está crescendo é a dos cursos tecnológicos, que possuem uma duração mais curta, em geral de 2 a 3 anos, com aulas mais práticas. Estes registraram um crescimento no número de matrículas de 8,5% de 2011 a 2012. Contudo, assim como os cursos EAD, eles ainda representam uma fatia pequena, com 13,5% das matrículas totais.

As matrículas em cursos de bacharelado cresceram apenas 4,6%, mas ainda representam 67,1% do total. Cursos de licenciatura tiveram crescimento de apenas 0,19%, representando 19,5% do total das matrículas.

Outros dados interessantes dizem respeito ao turno em que os alunos realizam as aulas. O período noturno tem 63% dos alunos de cursos presenciais. Na rede privada, esse número sobe para 73%. O cenário muda bastante na rede federal, onde 70% das matrículas são no turno diurno.

Ao todo, o ensino superior atingiu, no ano passado, 7.037.688 matrículas na graduação - um crescimento de 4,4% em relação a 2011. O curso com maior número de inscritos foi Administração (833.042), seguido de Direito (737.271) e Pedagogia (602.998).

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.