Diretor do PayPal deixa a empresa após ofender colegas no Twitter

Por Redação | 06 de Maio de 2014 às 10h05

O diretor de estratégias globais do PayPal, Rakesh Agrawal, deixou a empresa na última sexta-feira (2) após publicar ofensas contra colegas de trabalho em seu perfil no Twitter. De acordo com o site Mashable, Agrawal, que havia se juntado a companhia em março deste ano, aparentemente publicou os tuítes no último fim de semana enquanto participava de um festival de jazz em Nova Orleans.

Através do Twitter, o PayPal anunciou no sábado (3) que o executivo não fazia mais parte da equipe. No comunicado, a empresa disse que tem uma política de "tolerância zero" com a falta de respeito entre funcionários. No entanto, Agrawal alega que já havia informado a empresa de sua saída duas semanas antes do ocorrido.

No dia seguinte a publicação, Agrawal usou o perfil para se desculpar com os colegas e dizer que estava testando um novo smartphone e que o conteúdo deveria ter sido enviado por meio de mensagns diretas e não tuítes públicos.

Nos tuítes, que foram apagados mas podem ser conferidos aqui, Agrawal chama a vice-presidente global de comunicações, Christina Smedley, de "gerente medíocre e inútil", entre outros termos. Essa não é a primeira vez que Agrawal se envolve em escândalos nas redes sociais. Um ano antes de se juntar ao PayPal, ele escreveu uma mensagem xingando a empresa VentureBeat.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.