Devido a leis nos EUA, Google agora testa carro autônomo em pistas particulares

Por Redação | 17 de Setembro de 2014 às 09h56
Tudo sobre

Google

O projeto de carro autônomo do Google chamado “Self-Driving Car” ficou algum tempo sem novidades, mas nesta segunda-feira (15) uma nova postagem no blog do Google+ revelou algumas novidades sobre o carro autônomo. Nos últimos meses a empresa realizou mudanças no automóvel para adequá-lo às leis do Departamento de Veículos Automotores (DMV) da Califórnia (EUA), que exigem uma troca para controle manual em protótipos em fase de testes.

A postagem aborda o histórico do processo de desenvolvimento do projeto e as fases mais recentes de testes em pistas particulares. Com o objetivo de otimizar o funcionamento do carro e sua capacidade de direção autônoma, o Google realizou um processo inverso com o carro. Inicialmente os testes foram realizados em estradas norte-americanas e mais recentemente passou a ser testado em pistas particulares.

Nestes locais, os engenheiros do Google envolvidos no projeto podem criar situações específicas para testar a capacidade do veículo em diferentes momentos. Por exemplo, com simulação de terrenos diversos, como rochoso, liso, plano e íngreme ou mesmo situações adversas, como a existências de obstáculos como obras no caminho, ciclistas que entram na frente do veículo e outras.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Os testes em ambientes controlados também são uma forma do Google driblar as leis de trânsito recentemente aprovadas na Califórnia. Com isso, a empresa teve que desenvolver um set temporário com volantes e controles manuais, pois para o governo californiano é necessário que o usuário possa tomar a direção caso uma situação inesperada aconteça.

As medidas, no entanto, não são permanentes e esse tipo de exigência é válida apenas enquanto o projeto continuar na fase de testes. Como objetivo final do projeto, o Google pretende ter um carro que pode dirigir por conta própria, sem motorista e sem qualquer tipo de controle manual.

Não se sabe como serão as leis de trânsito nos Estados Unidos quando estiverem encerrados os testes do carro autônomo do Google, mas a empresa parece decidida em alcançar seu objetivo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.