Cyanogen arrecada US$ 80 milhões em nova rodada de financiamentos

Por Redação | 25 de Março de 2015 às 10h27

A Cyanogen confirmou nesta segunda-feira (23) que encerrou uma rodada de financiamentos onde arrecadou US$ 80 milhões entre investidores como Twitter, Telefônica, Qualcomm, Rupert Murdoch, Index Ventures, Access Industries, entre outros.

Conforme previsto, a rodada foi liderada pela PremjiInvest, braço de investimentos do bilionário fundador da Wipro, Azim Premji, o terceiro homem mais rico da Índia. Essa terceira rodada de financiamentos elevou o valor total arrecadado para US$ 110 milhões e valorizou a Cyanogen em cerca de US$ 1 bilhão.

A Cyanogen desenvolve um firmware aberto baseado em Android que permite aos usuários adicionarem mais recursos e personalizarem seus telefones. A startup chinesa OnePlus, que lançou o smartphone One no ano passado, pré-carrega os seus telefones com o Cyanogen.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A Microsoft, que considerou investir na Cyanogen, não participou na rodada atual, de acordo com pessoas familiarizadas com a sua decisão. Mas essas pessoas também dizem que Microsoft e Cyanogen estão perto de finalizar uma ampla parceria para levar os serviços da empresa de Redmond, como Bing, Cortana e One Drive, para dispositivos que executam Android e são modificados com o Cyanogen. Isso faz sentido se pensarmos nos recentes esforços da Microsoft para expandir os seus serviços para dispositivos que não são baseados no Windows.

Saiba mais: Samsung vai pré-instalar Office em alguns de seus tablets Android

Kirt McMaster, cofundador e CEO da Cyanogen, já disse que pretende criar um sistema operacional que poderia competir com o iOS e Android. Ele prevê uma plataforma ainda mais aberta do que o Android. Para McMaster, um sistema operacional móvel não deve ter restrições. Se o usuário preferir o Spotify em vez do Google Play Music, ele deve poder optar por torná-lo seu player de música padrão, por exemplo.

Com informações da Forbes

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.