Crianças que ficam muito tempo na Internet podem ter problemas, revela estudo

Por Redação | 20 de Maio de 2014 às 16h30

O debate sobre crianças usando computadores e redes sociais continua. Recentemente, relatórios de saúde pública divulgados na Inglaterra revelaram que crianças que passam muito tempo na internet estão desenvolvendo problemas de saúde mental.

Solidão, depressão, ansiedade e baixa autoestima, além de agressividade, são alguns dos sintomas. De acordo com o Telegraph, o relatório diz que "crianças que passam mais tempo na frente do computador, assistindo TV ou jogando videogame têm mais probabilidade de desenvolver problemas de estresse emocional, ansiedade e depressão" e acrescenta: "a relação é altamente prejudicial para aqueles que passam mais de 4 horas por dia".

Um dossiê enviado aos deputados do país alertou que a quantidade de tempo gasto em redes sociais e os baixos níveis de bem-estar estão diretamente relacionados, indicando que os problemas estão sendo causados pelo uso excessivo da internet. A pesquisa ainda revela que uma em cada dez crianças atualmente apresenta algum problema mental e que pelo menos um terço dos adolescentes diz que se sente triste ou que não tem motivos para viver.

O documento foi encaminhado ao Comitê de Saúde do Parlamento, que realizará um inquérito sobre a saúde mental das crianças e dos adolescentes ingleses. A princípio, eles sugerem que o uso do computador seja feito de forma equilibrada.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.