Copa: parceria entre IBM e Globo analisa sentimento de posts em redes sociais

Por Redação | 30 de Junho de 2014 às 09h23

A IBM Brasil está utilizando uma tecnologia chamada Inteligência Cognitiva para analisar os sentimentos das pessoas através do que elas postam nas redes sociais durante os jogos da Copa do Mundo 2014. Em parceria com a Globo, a empresa de tecnologia pretende analisar 50 milhões de publicações divulgadas durante os 64 jogos do mundial. As informações são do site Baguete.

Desenvolvida pelo laboratório da IBM no Brasil em 2013, a tecnologia está hospedada na nuvem e já foi utilizada nas áreas de marketing, finanças e entretenimento. A ideia é fazer com que as empresas utilizem as informações captadas nas redes sociais a seu favor e, dessa forma, tenham um feedback sobre como os consumidores se sentem em relação aos seus produtos e serviços. No caso da Globo, com esses dados em mãos, a emissora consegue melhorar a experiência de segunda tela do telespectador e pode eleborar campanhas publicitárias mais efetivas e até criar novos produtos.

Cláudio Pinhanez, Gerente Sênior de Análise de Dados do Laboratório de Pesquisas da IBM Brasil, comenta que "a explosão de dados nas redes sociais tem se tornado uma verdadeira mina de ouro para as empresas. Consumidores são cada vez mais influentes e formadores de opinião, pois compartilham suas experiências e pensamentos sobre situações, produtos e serviços publicamente com milhares de pessoas nas redes".

A inteligência cognitiva da IBM leva em consideração tudo o que é publicado em português nas redes sociais a respeito das equipes participantes da Copa e dos fatos inesperados que acontecem durante o evento futebolístico. Para isto, a IBM vem veiculando parte dos resultados da pesquisa na aba "termômetro social" do aplicativo de segunda tela da Globo, que em menos de um mês já ultrapassou a marca de 1 milhão de downloads e entrou na lista dos melhores apps novos da Apple.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.