Os cinco maiores 'fails' da Apple em 2012

Por Redação | 24.11.2012 às 21:16

A Apple já saboreou muitas vezes a doçura do sucesso de inúmeros de seus produtos, mas vale lembrar que nem só de felicidade vive a empresa. Tom Kaneshige, que escreve para o CIO.com a respeito de negócios e tecnologias há mais de uma década, nos fez relembrar os cinco maiores fiascos da empresa da maçã em 2012.

1. Mapas perdidos no iOS 6

Os mapas feitos para o mais recente sistema operacional móvel da Apple foram um verdadeiro fracasso. Eles decepcionaram os usuários, que esperam sempre o melhor da companhia. Mas a desgraça foi tamanha que o CEO Tim Cook precisou ir a público se desculpar com os consumidores - uma raridade na Apple.

O mantra da empresa sempre foi "manter a experiência do consumidor acima de todas as outras preocupações". O aplicativo Mapas, vindo apenas um ano após a morte de Steve Jobs, não diz coisas boas sobre as novas pessoas no comando. Um fracasso épico, que resultou em outro tópico desse top 5 que veremos mais adiante.

Mapa ios6

O polêmico mapa distorcido do iOS 6

2. "Novo" iPad

O iPad original praticamente criou o mercado de tablets em todo o mundo. A segunda geração do gadget era mais leve e mais rápida. Já o iPad de terceira geração trouxe uma grande melhoria para os gráficos. Ok. Mas e o iPad de quarta geração, lançado junto com o iPad Mini?

Tudo bem, ele tem um processador mais rápido e um novo modelo de conector igual ao do iPhone 5. E só. Fiasco notável.

iPad 4

iPad 3 ou iPad 4? Apple sem muitas novidades com o lançamento da quarta geração do seu tablet.

3. Demissão de Forstall

Esse item tem vínculo direto com o que lidera essa lista, o mapa do iOS 6. Scott Forstall era vice-presidente sênior do iOS, logo, estava diretamente ligado à novidade. Mesmo com essa conexão nítida, Tim Cook disse apenas que as mudanças de gestão iriam "encorajar ainda mais a colaboração". Realmente, a demissão de Forstall trouxe alguns impactos para a empresa.

Assim como Jobs, Forstall é apaixonado por produtos e, segundo relatos, difícil de trabalhar. Ele teria se recusado a pedir desculpas pelas falhas do sistema de Mapas da Apple. A demissão de Forstall sinaliza uma era diferente na Apple "pós-Job", agora liderada por um executivo que acredita na colaboração. Será que a Apple está ficando mole?

Scott Forstall.

Scott Forstall, o executivo que lembrava Steve Jobs

4. O novo modelo de conector

O iPad de quarta geração e o iPhone 5 vieram com uma novidade, o conector batizado de Lightning. Mas os consumidores que já possuíam rios de acessórios compatíveis com o clássico conector ficaram bem chateados. Imagine então os hotéis que possuem quartos equipados com conectores e aparelhos compatíveis com a antiga entrada da Apple? Enquanto isso, os fabricantes de periféricos para aparelhos móveis da Apple aplaudiram: os clientes antigos são novos de novo!

Conectores da Apple

O velho e bom cabo da Apple ao lado do novo Lightning

5. A grande interrupção do FaceTime e do iMessage

Apenas no mês de novembro, o iMessage e o FaceTime sofreram uma queda nos seus serviços, duas vezes em quatro dias. Ok, problemas acontecem, mas aí é hora de lembrarmos a mensagem de marketing da Apple: "simplesmente funciona".

Segundo Tom Kaneshige, a queda em si não é um fiasco e nem um bicho de sete cabeças. O problema é que aconteceu com a empresa da maçã. Segundo ele, a Apple está se tornando apenas mais uma empresa de tecnologia.

iMessage