Confira como a Samsung testa o Galaxy S5

Por Redação | 11 de Abril de 2014 às 16h02

O Galaxy S5 é conhecido por ser um dos mais avançados smartphones do mercado, emite pouca radiação e é muito resistente, a prova d'água e poeira. E como é que a Samsung consegue colocar um aparelho deste no mercado? O pessoal do Android Authority foi conferir de perto a dura bateria de testes e responder a essa pergunta, diretamente da fábrica na Coreia do Sul.

SAMSUNG TESTE 2

Apesar da alegação de que a radiação dos telefones móveis não causa câncer ou disfunções em níveis celulares, a verdade é que esses dispositivos emitem radiação por meio de ondas de rádio. Para diminuir possíveis danos à saúde, a Samsung realiza um teste em uma sala toda coberta de espuma e componentes que imitam o corpo humano. Com isso, a empresa pode medir a Quantidade Específica de Absorção (ou Specific Absorption Rate - SAR) emitida pelo aparelho.

samsung teste 3

Em outro teste, os engenheiros expõem o aparelho em partículas de poeira, para calcular o quanto ele pode conter os resíduos.

samsung teste 4

Após isso, o telefone é jogado de diversas alturas e posições, tudo registrado por câmeras de alta velocidade. Assim, é possível encontrar mais facilmente os pontos de potecial fragilidade.

Em seguida vêm os testes de eletricidade estática, já que a carga extra de elétrons proveniente de atividade física é capaz de queimar os componentes eletrônicos internos. Até o botão "Home" é submetido a pressão por milhares de vezes.

Os sensores também ganham atenção especial, já que o Galaxy S5 é conhecido por ter áudio e câmera poderosos. Nesta análise, testa-se o volume do alto-falante, a sensibilidade do microfone e como tudo se encaixa no rosto.

samsung teste 5

Um dos destaques desse processo é como o áudio é calibrado de acordo com mercado onde o aparelho será comercializado. Os modelos europeus, por exemplo, têm volume e sensibilidade de áudio diferentes de asiáticos, de acordo com a expectativa de ruídos produzidos em cada local.

Você não vai afundar seu aparelho propositalmente na lama ou enterrá-lo debaixo da areia, pois assim pode causar danos ao telefone, mesmo que seja um Galaxy S5. Além disso, os testes realizados pela Samsung são feitos em ambientes controlados, que podem apresentar resultados distintos do cotidiano natural. Contudo, é por causa desses exigentes testes que o aparelho é um dos líderes de venda e consegue oferecer tanta resistência e durabilidade.

Fonte: http://www.androidauthority.com/drop-tests-static-electricity-zapper-heres-peek-samsung-torture-tests-galaxy-s5-367200/

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.