Conferência Macworld/iWorld 2015 é cancelada e entra em "hiato indefinido"

Por Redação | 15 de Outubro de 2014 às 12h12

O mundo dos viciados em Macs, iPhones, iPads e outros produtos da Apple acordou mais triste nesta quarta-feira (15). A organizadora dos eventos Macworld e iWorld, a IDG, anunciou um “hiato indefinido” na realização das feiras, que deixarão de acontecer a partir do ano que vem. Originalmente, a feira estava marcada para acontecer em março e já vinha movimentando os fãs de todo o mundo.

Acontecendo anualmente há mais de 30 anos, a MacWorld Conference & Expo, como era chamada originalmente, começou como um evento oficial da Apple. Em 2008, porém, a Maçã participou pela última vez da conferência, algo que reduziu sua importância, mas não a quantidade de fãs presentes, que continuavam se reunindo todos os anos para assistir a palestras, conhecer personalidades e as próximas novidades da marca.

Em 2012, ela passou a se chamar Macworld/iWorld devido ao foco cada vez maior da Apple em suas plataformas mobile e no sistema operacional iOS. Assim, o foco do acontecimento se expandiu e também o seu público, transformando a feira em um palco para exibição de acessórios, aplicativos e novidades também para o iPhone, iPad e outras “iPlataformas”.

O primeiro indício de que algo estava errado, porém, veio no mês passado, quando a IDG cancelou a publicação da revista MacWorld, que também servia como um grande vetor de informação sobre os produtos da companhia. Assim como no caso da feira, o motivo foi a mudança no ecossistema, que segue a dinâmica de todo o mundo e também obrigou a companhia a se renovar e buscar novas propostas. Todos os funcionários da publicação foram demitidos.

Em comunicado oficial publicado pelo Apple Insider, Paul Kent, vice-presidente do IDG, agradeceu à presença de todos durante os 30 anos de Macworld e disse que incontáveis parcerias, amizades e oportunidades de negócios surgiram como parte da feira. Além disso, ele deixou claro que o evento não está acabando definitivamente, mas sim entrando em um hiato até que seus próximos passos sejam decididos, de forma a se adequar melhor à evolução dos mercados mobile e de tecnologia em geral.

Além disso, Kent lembrou que a conferência MacIT, voltada especificamente para desenvolvedores de aplicações para plataformas da Apple e para o mercado corporativo, vai continuar acontecendo. Aqui, também não há nenhuma intenção de que uma substitua a outra, já que os focos são bem diferentes, e as primeiras informações sobre a feira de tecnologia da informação devem ser divulgadas em breve.

A Macworld começou a acontecer em 1985, um ano depois do lançamento do Macintosh, o primeiro computador da Apple. Pelo palco do evento passaram celebridades como Steve Jobs, Steve Wozniak, Tim Cook e outros. O primeiro iPhone foi anunciado por lá, assim como o Mac Mini, o iTunes e o navegador Safari.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.