Compra da Beats pela Apple poderia ter salvado a HTC

Por Redação | 09 de Maio de 2014 às 10h33

A HTC passa por uma crise espiral que parece não ter fim e em 3 anos viu sua participação e importância no mercado de smartphones se reduzir a ínfimos 2%. Prejuízo após prejuízo, a empresa poderia ter sido salva por uma de suas maiores rivais e responsáveis por seu declínio financeiro: a Apple.

Conforme relata o Techcrunch, a Apple poderia ter dado para a fabricante taiuanesa uma quantia de dinheiro salvadora, pois em 2011 a HTC comprou, por US$ 309 milhões, 50,1% da Beats Electronics, que agora a Apple está prestes a adquirir por US$ 3,2 bilhões.

Nessa época a HTC era uma das maiores fabricantes de smartphones do mundo, o Android ainda engatinhava e ela era uma das principais empresas a utilizar o sistema. A Beats Electronics, por sua vez, estava transformando o mercado de fones de ouvidos, fabricando acessórios premium, coloridos, com preço elevado, e estava ganhando espaço.

Mesmo com a HTC sendo a sócia majoritária, a Beats foi mantida como uma empresa separada. Mas a HTC começou a implodir e em 2013 suas ações haviam perdido 80% do valor que possuíam em 2011. Com isso a fabricante se desfez da sua participação na Beats Electronics. A venda foi feita em duas partes: na primeira ela perdeu US$ 4,8 milhões, mas na segunda obteve lucro de US$ 85 milhões.

Mas o que ninguém poderia prever à época é que a Apple compraria a empresa dois anos depois. Os 50,1% de participação que a HTC possuía lhe renderiam US$ 1,6 bilhão, ou seja, a empresa asiática lucraria US$ 1,29 bilhão ou 318% do seu investimento inicial de US$ 309 milhões.

Apesar disso, é razoável pensar que, provavelmente, a Beats não estaria na mira da Apple caso a HTC ainda tivesse o controle da companhia, pois a norte-americana não arriscaria injetar esse dinheiro todo em uma concorrente.

Caso a aquisição se confirme e se concretize, a Apple estará entrando em dois mercados bem lucrativos e estabelecidos, o de streaming de músicas e o de fones de ouvido caros e avançados. Agora, para a HTC, só resta lamentar com o que ela poderia ter feito com isso.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.