Como escolher um provedor de e-mail para a sua empresa?

Por Colaborador externo | 13.06.2013 às 07:45

Por André Tellini*

Segundo dados do relatório "The State of the Internet 2011", cerca de 247 bilhões de e-mails são enviados diariamente em todo o mundo. Apesar de parte dessas mensagens ser caracterizada como spam, muitas delas podem ser importantes, como oportunidades de negócios no ambiente corporativo.

E, por conta disso, possuir um provedor de e-mail confiável é fundamental para manter a empresa e os colaboradores sempre conectados. Por isso, selecionamos algumas dicas fundamentais para definir a escolha de um provedor ideal. Confira abaixo:

  • Identifique as necessidades: primeiro, é preciso ver o quão crítica é a necessidade de e-mail da sua empresa. Se tiver problemas, poderá perder dinheiro e negócios? Então é preciso ter uma solução robusta. Outro ponto é em relação ao volume de e-mail que é transacionado diariamente. A empresa não deve observar apenas a situação atual, mas também a previsão de crescimento para que comporte tudo perfeitamente.
  • Mobilidade: item visto como essencial para o executivo moderno, a mobilidade de acesso e as integrações com dispositivos móveis, como tablets e smartphones, ao provedor de e-mail também pode ser fundamental para a tomada de decisão. Existem provedores que são mais amigáveis do que outros em relação a esse tipo de tecnologia.
  • Custos: esse é um ponto essencial para a tomada de decisão em muitas empresas. Para escolher um provedor, é preciso identificar se ele cabe ou não no bolso. E, dentro desse quesito, pode-se escolher os provedores em estrutura física ou em cloud.
  • Estabilidade: aqui encontra-se a questão de confiança no seu provedor. É a partir do SLA (Service Level Agreement) ou Nível de Serviço, que estará a estabilidade do provedor, ou seja, o tempo mínimo que ele estará online e disponível. Para qualquer provedor, se o SLA for menor que 99,5%, já pode ser um mau negócio. Já para aquelas empresas que realmente dependem do e-mail, devem procurar um SLA superior a 99,95%, com soluções de alta disponibilidade.
  • Ferramentas extras: por último, porém não menos importante, diversos provedores de e-mails oferecem uma série de ferramentas extras, como personalização de interface, integração com aplicativos, dispositivos de segurança, entre outros. Esses itens podem ser considerados diferenciais na hora da tomada de decisão para a escolha do provedor.

*André Tellini é Gerente de Produto da MANDIC, uma das principais empresas de cloud computing do Brasil.