Comércio eletrônico entre países deve triplicar até 2018

Por Redação | 23.07.2013 às 16:30

O comércio eletrônico entre os países deve triplicar nos próximos cinco anos. As vendas online de mercadorias entre Brasil, Austrália, China, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos deve saltar para US$ 307 bilhões em 2018 – atualmente este valor é de US$ 105 bilhões. Os dados são de um estudo encomendado pela Ebay Inc. (controladora do PayPal) e divulgado pela Bloomberg.

De acordo com o relatório, os principais produtos comercializados serão roupas, sapatos e acessórios, seguidos por produtos de saúde, beleza e eletrônicos pessoais. No ano passado, mais da metade das vendas do PayPal veio de operações internacionais, e agora a empresa de pagamentos online está investindo na promoção do comércio transfronteiriço com a China.

"Existem 40 milhões de pequenas empresas na China e apenas cinco milhões delas estão realizando exportação de mercadorias online", explica Davis Marcus, presidente do PayPal. "Portanto, existe uma grande oportunidade".

Perante a análise dos hábitos de compra de mais de seis mil consumidores em seis mercados ao longo dos últimos 12 meses, o instituto responsável pela pesquisa apontou os Estados Unidos como o principal exportador, com 45% dos entrevistados dizendo que compraram mercadorias do país norte-americano.

Os maiores compradores de produtos dos Estados Unidos foram os chineses, com 84% deles afirmando que costumam realizar compras em sites norte-americanos. O método de pagamento predileto daqueles que realizam transações online com e-commerces de outros países é o PayPal, com 79% dos entrevistados dizendo que utilizaram o serviço no ano passado.