Cisco anuncia demissão de 6 mil funcionários após queda nas vendas

Por Redação | 14 de Agosto de 2014 às 17h36

Após apresentar os resultados financeiros referentes ao quarto trimestre e ao ano fiscal de 2014, encerrado em 26 de julho, a Cisco Systems anunciou ontem (13) o corte de 6 mil funcionários, o que equivale a 8% do total de seus empregados. As demissões devem acontecer nos próximos meses, informa o TI Inside.

O CEO John Chambers afirmou durante uma teleconferência com investidores e analistas que o corte deve incluir representantes de vendas de países onde a receita da Cisco está em queda. Segundo ele, as demissões são reflexos de uma incerteza na demanda global e afirmou ainda que isso permitirá que a Cisco contrate funcionários para as áreas que estão crescendo, como a oferta por data center, software e segurança na nuvem.

Chambers afirmou que a empresa encerará este ano com praticamente o mesmo número de pessoas que iniciou. As demissões custarão à Cisco encargos de até US$ 700 milhões para cobrir os custos da reestruturação. Há um ano a Cisco havia anunciado o fechamento de 4 mil vagas de empregos, referentes a 5% da sua mão de obra.

No fim de julho, Chambers afirmou ao New York Times que a empresa iria reunir 20 mil funcionários em Las Vegas para três dias de debates e entendimento sobre a “nova Cisco”. Para o executivo, entender de roteadores e switches não é o suficiente e é necessário preparar funcionários para novas arquiteturas e seus resultados. Este seria o maior encontro que a empresa realiza nos últimos seis anos, representando as grandes mudanças que estão sendo vividas.

É a terceira redução no quadro de funcionários que a Cisco passa nos últimos três anos. A empresa tem encontrado dificuldade em se manter na dianteira na venda de roteadores e switches, além de enfrentar a concorrência de empresas de países emergentes, como a Juniper Networks e a chinesa Huawei Technologies.

O anúncio das demissões foi visto com desconfiança no mercado financeiro. As ações da Cisco iniciaram o pregão desta quinta-feira (14), na Nasdaq, com queda de 1,07%, sendo cotadas a US$ 24,93 e durante o dia apresentou queda de 3,5%, cotadas a US$ 24,32.

O Brasil está entre os países onde a Cisco viu sua receita diminuir, com queda de 13%, enquanto na China a queda foi de 23%. Em contato com a subsidiária da Cisco no Brasil, o TI Inside foi informado que a empresa ainda não possui relações específicas dos cortes por país, região ou unidade.

Os resultados que motivaram a demissão em massa dos funcionários mostram uma queda de 21% no lucro líquido da empresa após o fechamento do ano fiscal de 2014, com US$ 7,9 bilhões. A receita ficou 3% menor, totalizando US$ 47,1 bilhões. No quarto trimestre o lucro líquido teve uma queda de 1%, contabilizando US$ 2,2 bilhões, enquanto a receita permaneceu estável em US$ 12,4 bilhões.

Fonte: http://convergecom.com.br/tiinside/14/08/2014/apos-reportar-queda-nas-vendas-cisco-anuncia-demissao-de-6-mil-funcionarios/#.U-z7aeNdXK0http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/cisco-pagara-us-700-mi-em-encargos-de-reestruturacao-em-2015

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.