Bastaram cinco minutos sem o Google e o tráfego na web despencou 40%

Por Redação | 19 de Agosto de 2013 às 13h44

Na noite da última sexta-feira (16), os serviços do Google ficaram fora do ar por cerca de cinco minutos e isso gerou uma queda de nada menos 40% em todo o tráfego na web, como revela o cálculo da empresa de análise de dados online britânica GoSquared. Os gráficos revelam o papel central do Google na vida online de centenas de milhares de pessoas ao redor do mundo, assim como a quase irrelevância dos seus concorrentes.

"O Google.com esteve fora do ar por alguns minutos entre as 23:52 e 23:57 horas em 16 de agosto de 2013. Isto teve um efeito enorme no número de pageviews registrados pela ferramenta de monitoramento da GoSquared. Uma queda de cerca de 40% no número de visualizações", escreveu a empresa em publicação, acompanhada por um gráfico de tráfego web.

O gráfico mostra uma queda acentuada no número de páginas visualizadas no exato momento em que os serviços do Google ficaram fora do ar, e um aumento significativo assim que as operações voltaram ao normal. Simon Tabor, programador da GoSquared, afirma ainda que "como usuários da internet, a nossa confiança no fato do Google.com estar disponível é enorme".

Gráfico Google fora do ar

Reprodução: GoSquared

A página do Google que monitora e apresenta o desempenho de seus serviços listou todos os produtos que estiveram fora do ar na sexta-feira, e entre eles estavam produtos como Gmail, Calendário, Talk, Drive, Blogger, Analytics, Maps, Voice e outros. Mais uma vez, o Twitter foi o meio escolhido para que os internautas vocalizassem a frustração com os serviços inativos.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.