Chips do iPhone 6 prometem performance até 50% melhor que a atual

Por Redação | 09 de Setembro de 2014 às 14h42

Um novo aparelho não seria nada sem uma arquitetura interna que lhe faça jus. E é justamente isso que a Apple apresentou na tarde desta terça-feira (09) durante seu evento de imprensa. Dentro dos novíssimos iPhones 6 e iPhone 6 Plus, que foram os principais anúncios do dia, estarão os chips A8 da Apple, que prometem uma melhoria de até 50% em termos de processamento visual e 25% no funcionamento geral.

Construídos com um processo de 20 nanômetros, os novos chips dual-core têm dois bilhões de transistores, o dobro do encontrado nos aparelhos atuais, só que em um tamanho 13% menor. Não aumentar o tamanho do dispositivo foi o principal foco da Apple durante a construção das peças, quase na mesma medida que a busca por uma eficiência energética que não mudasse o período atual de utilização das baterias dos aparelhos.

Apple A8

A arquitetura interna dos novos iPhones também contará com chips M8, capazes de detectar os movimentos do usuário e com grande foco na prática de esportes. O sensor, por exemplo, é capaz de reconhecer quando o usuário está andando, correndo ou praticando ciclismo, além de mensurar a altura no caso da subida de uma escada, por exemplo.

As informações também confirmam os rumores antigos sobre a arquitetura dos novos smartphones da Apple. A empresa não comentou o assunto, mas é bastante provável que os novos chips acabem se tornando o padrão para as linhas da companhia no futuro próximo, o que inclui, por exemplo, a nova geração de iPads que, espera-se, também devem ser anunciadas em breve.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.