China ordena substituição do Windows em computadores do governo

Por Redação | 29.10.2014 às 18:12
photo_camera Foto: Divulgação

A China ordenou a substituição de todos os sistemas operacionais da Microsoft em computadores do governo. A decisão foi feita depois que as autoridades tiveram acesso a um relatório interno de um estudante da Academia Chinesa de Engenharia, no qual explica a importância da troca.

O motivo, além de financeiro, é principalmente devido à segurança. No relatório, uma fonte anônima recomendou também que as empresas estatais da China cancelem o uso de chips, servidores e qualquer outro software da Microsoft. A meta é que, em 2020, um bom número de computadores tenha o sistema operacional substituído por versões domésticas.

Em maio deste ano, o uso do Windows 8 já foi proibido para conter os gastos, pois o país vem enfrentando problemas com vendas, por causa da pirataria. A receita da Microsoft na China atinge cerca de um vigésimo comparada com a dos Estados Unidos, que teve um lucro de US$ 23,2 bilhões entre julho e setembro.

Além disso, a companhia americana está sendo investigada por suspeitas de violação das regras antimonopólio chinesas, por problemas com a compatibilidade e autenticação de documentos abertos no sistema operacional e no Microsoft Office.