Canal chinês afirma que iPhone pode causar “problemas de segurança nacional”

Por Redação | 12 de Julho de 2014 às 16h55
photo_camera Divulgação

O governo Chinês não tem dado trégua para as multinacionais americanas presentes em seu território e na última sexta-feira (04) usou a influência da rede estatal Central de Televisão da China, a CCTV, para informar seus telespectadores dos riscos da função de rastreamento de localização oferecido por aparelhos da Apple.

A emissora classificou que este serviço disponível no sistema operacional iOS 7 oferece um “problema de segurança nacional”, informou o The Wall Street Journal. A emissora criticou a função de “locais frequentes” da Apple que registra hora e local onde o usuário se encontra, além de apresentar um relatório onde pesquisadores chineses afirmam que a ferramenta pode ser uma forma de quem tenha acesso a esses dados saiba da situação econômica da China e até mesmo “segredos de Estado”.

A Apple não se pronunciou sobre as críticas sofridas, mas descreve que o serviço de localização é uma forma de melhorar a experiência do usuário do iPhone. Essa não é a primeira vez que a Apple recebe críticas na China. O People’s Daily descreveu o atendimento da empresa no país como “arrogante” no ano passado e o veículo Xinhua citou a Apple como uma das causas do endividamento de jovens.

As queixas da CCTV no ano passado sobre práticas discriminatórias por parte da Apple implícitas nas políticas de garantia da empresa rendeu uma resposta do CEO da empresa, Tim Cook, que pediu desculpas e prometeu que haveria mudanças nas políticas de garantia para os usuários chineses.

As críticas acirradas na China podem ser um desafio para a Apple no mercado local. Atualmente a empresa detém 6% do mercado chinês de smartphones, valor não muito expressivo e que coloca a Apple em sexto lugar por lá, perdendo da Samsung que lidera e de outros produtos que utilizam o sistema operacional Android.

Para a CCTV, a função localização do iOS 7 é encarada como um sinal de retrocesso nas tentativas do governo chinês de ir contra as empresas de tecnologia dos Estados Unidos. A dependência de tecnologias norte-americanas é um fator que tem se tornado cada vez mais desconfortável para a China, que busca através de investimentos de bilhões de dólares o desenvolvimento de tecnologias próprias.

O governo dos Estados Unidos também ataca. No ano passado, o Congresso americano divulgou uma nota recomendando que empresas de telecomunicações dos Estados Unidos evitassem equipamentos dos fornecedores chineses Huawei Technologies e ZTE, dizendo que poderiam ser mecanismo para espionagem de cidadãos americanos.

Fonte: http://online.wsj.com/articles/china-labels-apple-iphone-a-security-threat-1405062978

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.