Para recuperar mercado, CEO da IBM exige que funcionários sejam mais 'espertos'

Por Redação | 25.04.2013 às 09:42

A atual CEO do grupo IBM, Virginia Rometty, afirmou aos funcionários que a companhia se tornou muito lenta e sem resposta, e exigiu que seus empregados comecem a agir mais rapidamente, como afirma reportagem do The Wall Street Journal. O pronunciamento interno enviado aos funcionários está diretamente relacionado aos resultados pouco empolgantes apresentados pela companhia no primeiro trimestre de 2013.

Com base nesse cenário, a executiva criou uma nova regra administrativa dentro da IBM: se um cliente tem algum pedido ou pergunta, a empresa deverá responder em menos de 24 horas. "Onde não temos transformado tanto, nós lutamos", disse Virginia. "Temos que lidar e intensificar o processo, e isso é em todos os níveis da empresa".

A IBM tem sentido uma redução significativa em seus rendimentos trimestrais e os analistas afirmam que o baixo lucro da empresa no último trimestre não se deve apenas à queda do iene, mas a um cenário de constante redução em suas vendas que está levando seus resultados ainda mais para baixo. Virginia Rometty ainda afirmou em seu pronunciamento que a empresa precisa acelerar sua mudança para os novos métodos de computação para tentar retornar ao mercado competitivo.

Por enquanto, nenhum porta-voz da IBM confirmou a informação publicada pelo WSJ e nem confirmou o que sua CEO disse em pronunciamento voltado para seus funcionários.