Google vai pesquisar hábitos para trazer resultados mais exatos nas buscas

Por Redação | 16.08.2013 às 09:10

O Google começou a disponibilizar para seus usuários nesta quarta-feira (14) resultados mais personalizados em sua busca a partir de informações armazenadas no Gmail, Google+ e Calendar. Agora, os resultados personalizados, que antes estavam disponíveis apenas em sua versão de testes, permitirão que os usuários tenham acesso a informações como reservas, horários de voos, entregas de encomendas entre outras categorias.

"Já teve problemas para checar o status do seu voo porque isso significava ter que rolar e rolar páginas no seu e-mail até achar o número do seu voo? Ou queria apenas ver rapidamente se sua encomenda chegaria a tempo, sem ter que procurar a informação de rastreamento primeiro? Você nos disse que seria muito mais fácil apenas pular essas etapas e perguntar para o Google", afirma a empresa em seu blog oficial.

Segundo o The Verge, os novos recursos fazem parte do esforço do Google para tornar os resultados de busca ainda mais relevantes, como se fosse uma espécie de "calendário inteligente" e outros aplicativos organizadores. Assim como os cartões do Google Now, os resultados de pesquisas pessoais costumam enfatizar informações logísticas, ou seja, o usuário precisa buscar informações importantes no momento em que está longe do seu computador.

Novos resultados busca Google

Foto: Divulgação

Além de informações de calendário e de documentos de viagem, os novos resultados de busca incluem o status do voo, reservas e recibos de compras online. Para encontrá-los, os usuários precisarão utilizar os mecanismos de busca por linguagem do Google, seja por texto ou voz. Perguntando ao serviço, por exemplo, "qual é minha agenda de amanhã?" ou "o que vai acontecer amanhã?", o Google irá te apresentar um cartão virtual com todos os seus compromissos armazenados no Google Calendar.

Novos resultados busca Google

Foto: Divulgação

Os novos resultados também permitem que os usuários busquem por qualquer foto que tenham publicado no Google+, utilizando os mesmos recursos de busca. Por exemplo, se você pedir ao Google "mostre-me as minhas fotos da Tailândia", o serviço será capaz de apresentar todas as imagens com metadados de localização. "Você também pode pedir por 'minhas fotos de pôr do sol', e o Google vai tentar reconhecer automaticamente o tipo de foto que você está pedindo", explica a companhia.

Neste primeiro momento, os novos resultados estarão disponíveis apenas para os usuários do Google nos Estados Unidos no desktop, tablet e smartphone. Os usuários poderão optar pelas novas funções de duas maneiras: por sessão de busca, clicando sobre o ícone do globo localizado no topo dos resultados, ou permanentemente, na seção 'resultados privados' dentro das configurações de busca.

Nem todos os recursos disponíveis na versão de testes dos novos resultados serão lançados ao público em geral, pelo menos por enquanto. O Google afirmou ao The Verge que documentos armazenados no Drive não poderão ser acessados fora da versão de testes, embora o suporte para o Drive possa ser lançado mais tarde. E a versão de testes continuará ativa como um "canal alfa" para melhorias no sistema.