Brasil é líder em pedidos governamentais de remoção de conteúdo no Google

Por Redação | 26 de Abril de 2013 às 17h17

O Brasil aparece mais uma vez no topo do ranking de países que mais solicitaram a remoção de conteúdos no Google. Com base no sétimo Relatório de Transparência da empresa, que compreende o período entre julho e dezembro de 2012, o país foi o que mais apresentou pedidos governamentais para a retirada de conteúdos do ar, totalizando 697 pedidos do governo, ou seja, um aumento de 265% em comparação aos 191 pedidos registrados no primeiro semestre do último ano.

Durante o período eleitoral, o Google recebeu o maior número de solicitações para a remoção de conteúdos de seus serviços, e do total de pedidos, 640 solicitações partiram de determinações da Justiça Eleitoral — foram contabilizadas 3,5 ordens judiciais por dia no período. E, aproximadamente a metade das solicitações, cerca de 316 pedidos, estava relacionada a algum tipo de violação do Código Eleitoral Brasileiro.

A empresa informou que removeu conteúdos em resposta a 35 ações judiciais e que está recorrendo de decisões sobre alguns conteúdos com base no direito de liberdade de expressão, previsto pela Constituição nacional. Em segundo lugar do ranking estão os Estados Unidos, com 321 pedidos governamentais para a retirada de conteúdos no segundo semestre de 2012.

No total, o Google recebeu 2.285 solicitações no mundo todo no período analisado para a remoção de mais de 24.179 conteúdos, aumento considerável em comparação ao total de 1.811 solicitações para a retirada do ar de 18.070 itens entre janeiro e junho de 2012.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.