Brasil detém 49% do mercado latino-americano de serviços de TI

Por Redação | 07.11.2012 às 11:22

A empresa de análises Gartner divulgou recentemente que o Brasil detém aproximadamente 49% de todo o mercado de serviços em tecnologia da informação na América Latina, estimado em US$ 32 bilhões (cerca de R$ 65 bilhões), durante um simpósio na cidade de São Paulo.

Os analistas afirmam que o Brasil possui fatores extremamente positivos para o seu crescimento no setor de TI como Produto Interno Bruto (PIB) positivo e promissor, capacidade de um novo crescimento global, cultura aberta, além de economia dinâmica e diversificada. Mas o país ainda possui alguns desafios para se tornar uma potência competitiva neste setor como o foco nos negócios, custos, recursos e inovações tecnológicas em TI.

Allie Young, vice-presidente de pesquisa do Gartner, notou que o trabalho e os recursos em TI também podem ser considerados grandes desafios para o crescimento do Brasil, já que aproximadamente 46% das organizações não possuem quantidade ou qualidade quando se trata de conhecimentos internos em TI para apoiar seus negócios.

Simpósio Gartner

Reprodução: House Press

Ainda de acordo com o último levantamento, 66% dos líderes brasileiros em TI e CIOs têm planejado aumentar os gastos com TI ao longo de 2012, enquanto apenas 16% planejam reduzir os custos e 18% pretendem se manter no mesmo nível do ano anterior.

No quesito adoção de novas tecnologias, Cassio Dreyfruss, vice-presidente em pesquisa em CIO, afirmou que os brasileiros ainda não descobriram a computação na nuvem. "Nós gostaríamos de incentivá-los a adotar a computação na nuvem", disse Dreyfruss ao site norte-americano RCR Wireless. "O Brasil está fazendo investimentos necessários em TI, mas também está perdendo algumas oportunidades".

Os especialistas ainda sugeriram aos líderes em TI que pensem em soluções para o futuro e em uma arquitetura da informação capaz de receber as opções futuras de serviços.