Bill Gates diz acreditar em vacina contra a AIDS até 2030

Por Redação | 28 de Janeiro de 2015 às 09h07

Duas novas "ferramentas" estarão disponíveis para combater a AIDS até 2030. Isso é o que acredita Bill Gates, que falou sobre os avanços na área médica nesta terça-feira (27), durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

"Estamos bastante otimistas e neste período de 15 anos vamos obter essas duas novas ferramentas", reforçou o Gates. Essas novidades viriam, segundo o Medical Daily, sob a forma de uma vacina e novos tratamentos intensos de drogas.

O cofundador da Microsoft está esperançoso e confirma que sua fundação filantrópica, a Bill & Melinda Gates Foundation, já investiu milhões de dólares nesta e em outras pesquisas médicas. A vacina é vista como crucial na prevenção de novas infecções, principalmente em populações suscetíveis, enquanto os novos tratamentos com drogas podem acabar com a necessidade de pílulas ao longo de toda a vida.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além disso, a fundação tem desempenhado um papel importante no financiamento de pesquisas médicas na luta contra a malária. Uma vacina para esta doença estaria até mesmo mais próxima do que a para AIDS.

"Não veremos ainda o fim da AIDS, mas, tanto para a malária quanto para a AIDS, temos em vista ferramentas que nos permitem reduzir infecções de 95% a 100% de eficácia. Essas ferramentas serão inventadas neste período de 15 anos", aposta Gates.

A entidade filantrópica do fundador da Microsoft também incluiu em sua carta de balanço anual, publicada nesta semana, que a vida das pessoas nos países pobres deve melhorar mais rapidamente nos próximos 15 anos do que em qualquer outro momento da história.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.