Bank of America acredita que Bitcoins podem ser importantes para e-commerce

Por Redação | 06.12.2013 às 15:44

Um estudo publicado pelo Bank of America, um dos maiores bancos dos Estados Unidos, afirma que as Bitcoins podem se tornar um dos principais meios de pagamento para o comércio eletrônico. Ao conferir reputação semelhante à da prata às moedas virtuais, a instituição afirma que elas também podem se tornar uma das grandes potências do mercado de transferência de valores.

Entre os fatores positivos citados pelo banco estão os baixos custos de transação – já que todo o movimento é digital –, o interesse cada vez maior devido ao fator “alternativo” da moeda e seu estoque finito. Lotes de Bitcoins são lançados periodicamente e o sistema nunca conterá mais do que 21 milhões de moedas, protegendo assim o seu valor.

Por outro lado, a volatilidade das cotações e a descentralização, já que a moeda não depende de regulação, foram citadas como ponto negativo. Ainda assim, o Bank of America teme a entrada de intermediários que poderiam aumentar os custos de transação. O longo tempo necessário para confirmação de uma transferência também foi citado como um problema, que poderia inviabilizar a popularização.

O relatório foi publicado no mesmo dia em que o Banco Popular da China, que controla toda a economia do país, emitiu um alerta sobre as Bitcoins. Para a instituição, elas não possuem valor legal e facilitam a existência do mercado negro e de operações de lavagem de dinheiro. As instituições do país asiático foram proibidas de fazer negócios com a moeda, segundo reportagem do jornal The New York Times.