Apple vai construir novo centro de pesquisas no Japão

Por Redação | 09 de Dezembro de 2014 às 12h37

Rumores sobre os próximos movimentos da Apple já são lugar comum na internet, mas não é sempre que esse tipo de informação vem da boca de fontes governamentais. Mas foi justamente isso que aconteceu nesta terça-feira (9), quando o primeiro ministro japonês Abe Shinzo afirmou que a empresa está prestes a iniciar a construção de um centro de pesquisa e desenvolvimento no país.

Ele falou pouco sobre o assunto, se limitando a dizer que a unidade irá trabalhar no desenvolvimento de tecnologias de ponta para os produtos da empresa. Um anúncio, de acordo com Shinzo, deve ser feito em breve. Pelo jeito, a Apple vem trabalhando lado a lado com o governo nesta empreitada, pelo menos tendo em vista a empolgação do ministro com a novidade. As informações são da Reuters.

A criação de centros de inovação fora de Cupertino, onde está a sede da empresa, não é novidade. A Apple está construindo unidades também em Cambridge, no Reino Unido, e já possui plantas do tipo funcionando em Israel e também em Xangai, na China. Essa última, ao lado do futuro centro no Japão, tem influência estratégica nos negócios da companhia, por estarem geograficamente perto das fábricas que produzem e montam os aparelhos que, na sequência, são enviados para as prateleiras ao redor do mundo.

Assim, acredita-se, a Apple teria um controle melhor e muito mais próximo de seu processo de produção, algo que é essencial, principalmente quando se leva em conta os recentes problemas sofridos pelo iPhone 6 e seu modelo maior, o Plus. Não se sabe ao certo se a construção de mais um centro de inovação também estaria relacionado com as falhas recentes da companhia nesse quesito.

Oficialmente, claro, a Maçã não se pronunciou sobre o assunto. Mas como lembra o Apple Insider, em um relatório financeiro recente, ela já afirmou que deseja continuar investindo nos setores de pesquisa e desenvolvimento, de forma a garantir o lançamento de produtos que tragam inovação e estejam de acordo com os pedidos de seus usuários. Para a companhia, essa é uma medida imprescindível para que ela continue relevante e competitiva no mercado atual.

Um dos rumores que já estão circulando ao redor do suposto centro de inovação japonês da Apple se relaciona ao Apple Watch. O Japão é um notório consumidor de gadgets como estes e a presença no país traria uma noção maior da cultura e do funcionamento daquele mercado. Assim, acreditam muitos, a empresa busca garantir um sucesso de seu relógio inteligente em um dos maiores mercados asiáticos para esse tipo de artigo.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.