Apple teria comprado a Camel Audio, empresa especialista em programas de áudio

Por Redação | 24 de Fevereiro de 2015 às 11h44
photo_camera Divulgação

Embora os rumores dos últimos dias apontem que a Apple vai investir bilhões de dólares no mercado automotivo com a criação de um carro elétrico, uma nova informação indica que a companhia não deixará de lado serviços de software, entre eles o iTunes. E uma nova aquisição reforça esse boato: de acordo com o site MacRumors, a empresa teria adquirido a Camel Audio, que desde janeiro deste ano encerrou suas operações.

A Camel Audio, como o nome já sugere, é mais conhecida pelo desenvolvimento de programas voltados para o som, incluindo plugins, sintetizadores, efeitos sonoros e bibliotecas musicais. O principal produto que era oferecido pela entidade era o Alchemy, um pacote de U$ 250 direcionado a pessoas que trabalham com áudio. A ferramenta incluía mais de mil sons, 5,5 GB em arquivos de samples, um sintetizador com várias opções de personalização, efeitos, entre outras opções.

No dia 8 de janeiro de 2015 a empresa fechou suas portas - até o site não era mais acessível desde aquela data -, e os serviços disponibilizados pela companhia serão oferecidos até o dia 7 de julho, quando não será mais possível efetuar o download dos produtos.

Apesar de não ter divulgado em detalhes os motivos que levaram ao cancelamento do serviço, tudo indica que a Camel Audio foi mesmo comprada pela Apple. Segundo o MacRumors, o interesse da Maçã em adquirir a empresa seria para melhorar a experiência de usuários do Logic Pro X, editor profissional de áudio da gigante de Cupertino, assim como o MainStage, outro programa da Apple voltado para quem trabalha com manipulação de áudio. Também é possível que o GarageBand receba alguma tecnologia do software desenvolvido pela entidade.

Além disso, um PDF com informações corporativas da Camel Audio revela que a companhia é controlada agora pelo gerente Heather Joy Morrison e que está localizada no mesmo endereço dos escritórios da Apple em Londres, na Inglaterra.

Vale lembrar que nem a Apple, nem a Camel Audio confirmaram as negociações.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.