Apple registra patente de um "mapa interativo"

Por Redação | 19 de Dezembro de 2013 às 16h29

O aplicativo de mapas da Apple sempre foi muito criticado nos últimos anos por causa de seus bugs e caminhos não existentes. Mas, uma nova patente registrada pela empresa espera melhorar a reputação do aplicativo.

Um pedido de patente foi publicado na última quinta-feira (18) no Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos Estados Unidos pela Apple chamado de “Mapa Interativo”. A patente descreve um mapa eletrônico que exibe camadas com diferentes informações e destaca melhor locais para serem visitados de acordo com a localização do usuário.

Patente Mapa Interativo Apple

"Mapa Interativo" (Imagem: Apple/USPTO)

“Um recurso interativo permite que um usuário possa ajustar o conteúdo de um mapa eletrônico. Diferentes modos podem ser escolhidos para enfatizar recursos relevantes de interesse particular”, diz a patente publicada em parte no CNET. “Quando uma pesquisa é realizada, os modos atuam como filtros para os resultados obtidos”.

Ou seja, o usuário poderá escolher que tipos de informações irão aparecer no mapa, selecionando determinadas categorias. Essas camadas de informações viriam de serviços de mapeamento e de outros sites na Internet.

O usuário poderá optar para exibir, por exemplo, rodovias, parques, lojas, aeroportos, clima e outros itens, separadamente ou todos juntos em uma imagem composta. Além disso, o usuário poderá personalizar e ajustar como as informações irão aparecer, por exemplo, mostrando todas as estradas em uma única camada, ou apenas mantendo as principais rodovias em uma camada superior e as ruas laterais em uma camada inferior.

O aplicativo também utilizaria melhor os recursos da touch-screen presentes nos aparelhos da Apple. Ao tocar em uma cidade, o app irá mostrar detalhes como a demografia, hotéis e horários de voos, por exemplo. Ao tocar em uma estrada, o mapa poderá mostrar postos de gasolina, hotéis e restaurantes ao longo do caminho.

Se o usuário tocar em dois pontos diferentes do mapa, o aplicativo calculará a distância entre eles e irá sugerir algumas rotas. “Aplicações geoespaciais podem ser integradas com o mapa para fornecer informações relativas à área mostrada e para refinar os resultados de pesquisa para ela”, diz a patente.

Camadas e outros recursos já estão disponíveis em vários aplicativos de navegação e sites. Mas o conceito da Apple deve dar um passo à frente em relação ao mapeamento interativo. Agora só resta esperar quando a Apple irá implementar essas novas funções ao seu aplicativo de mapas.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.